Agora é a hora da verdade ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

domingo, 27 de setembro de 2015

Agora é a hora da verdade

Postado por Luca Laprovitera às 22:03:00 domingo, 27 de setembro de 2015
Maranhão, o nome do jogo (Foto: GloboEsporte.com)
O Fortaleza parecia um trator, em 25 minutos foram três gols, um futebol bonito e vistoso, daquele para dar confiança para as quartas-de-final. Desde 2010, o Águia estava engasgado, nossa pedra no sapato, até quando conseguimos batê-los, não subíamos, esse ano, em Marabá um empate com gosto de derrota, mas hoje, o primeiro fantasma foi exorcizado. Lembro de um acesso especial, em 2002, o Fortaleza massacrou, fez 7x1 no Botafogo-SP, um dos times "parceiros" do nosso rival nos anos 90, o resultado classificou o Fortaleza com tranquilidade e rebaixou o clube paulista, assim como hoje enterramos e mandamos os paraenses para a Série D.

De forma ofensiva, o time foi muito bem, com toques rápidos e objetivos, rapidamente marcamos o primeiro gol. Em seguida, a defesa, insegura com o retorno de Lima que estava pegando ritmo (sim, acontece) tomou o empate, mas logo, dois gols, Daniel Sobralense e Maranhão fecharam o caixão. Thallyson ainda sem estar 100% foi substituído no intervalo, mas está tudo bem com ele. Agora chega a parte difícil, esperar. O Fortaleza deve viajar já nessa semana, se adaptar ou clima e fugir da pressão, por aqui tentaremos manter a calma e é mais do que era para ela.

Agora temos de abraçar o time, do Maranhão até o Deola, todas as vaias devem ser repugnadas e todo o apoio tem que ser incondicional. Como todos vocês estou nervoso, mas ao mesmo tempo confiante, espero um grande jogo contra o Brasil de Pelotas e que o nosso time se sobressaia contra o time "Xavante". Seja dia 10, 11, 17 ou 18, a hora do acesso chegou, é hora de demonstrar o nosso amor ao Leão, que assim como o hino, sejamos aguerridos, vibrantes e fortes, sem demonstrar cansaço. A águia tanto tempo entalada, agora desceu a garganta para o Leão a tanto tempo dentro da jaula, saia para ser livre em seu reino, que os gritos de voltar a Série B, que eu tanto estranho e depois de tanto tempo ainda não me acostumei se encerrem, porque nosso lugar não é aqui, nem na Série B, mas um passo de cada vez, a primeira fase conseguimos passar, agora é a hora do chefão!

GOLS


FICHA TÉCNICA
Fortaleza: Ricardo Berna; Tinga, Lima, Adalberto e Thallyson (Radar); Corrêa, Auremir, Daniel Sobralense (Pio) e Éverton; Lúcio Maranhão (Adriano Martins) e Maranhão. Téc: Marcelo Chamusca.
Águia: Maycki Douglas; Ari, Charles, Negretti e Ednaldo (Lucas Gaia); Fred (Anderson Luís), Mael, Esdras e Flamel; Chaveirinho (Eduardo Sena) e Joãozinho. Téc: João Galvão.
Gols: Maranhão aos 3, Daniel Sobralense aos 21, Maranhão aos 25/1ºT e Maranhão aos 36/2ºT (Fortaleza); Adalberto-contra aos 17/1ºT (Águia).
Cartões Amarelos: Daniel Sobralense (Fortaleza); Charles, Fred e Joãozinho (Águia).
Árbitro: Renan Roberto de Souza (Paraíba).
Assistentes: Tomaz Diniz de Araújo e Oberto da Silva Santos (Paraíba). 
Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE).
Hora: 19:00
Renda: R$ 170.410,00
Público Pagante: 18.050 pessoas
Público Não-Pagante: 756 pessoas
Público Total: 18.806 pessoas

Por Luca Laprovitera