Copa do Nordeste - Potes C e D ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Copa do Nordeste - Potes C e D

Postado por Luca Laprovitera às 16:11:00 segunda-feira, 21 de setembro de 2015
Continuando a série sobre a Copa do Nordeste, vamos agora falar dos dez clubes restantes, divididos nos potes C e D, onde estão alguns novatos da próxima edição. No geral, os vinte times participantes serão divididos em cinco grupos de quatro participantes, onde o campeão de cada grupo avança até a fase de quartas-de-final junto com os três melhores segundo colocados.

O sorteio já acontece nessa quinta-feira (24/09), às 20 horas e terá transmissão ao vivo da TV Esporte Interativo e o Bora Leão irá mostrar passo a passo. Os potes são divididos de acordo com a posição dos clubes no ranking da CBF.









BOTAFOGO-PB
Dono da pior campanha da Copa do Nordeste em 2015, o Botafogo não consegue passar de fase desde 1999. Chegando a sua décima segunda participação, a equipe de João Pessoa só ficou fora da disputa em 2013, mas apesar de sempre estar presente acumula fracassos homéricos como a eliminação para o modesto Cruzeiro de Arapiraca nas quartas-de-final em 1994.

CAMPINENSE-PB
O time paraibano é até hoje o único clube campeão de uma edição a não conseguir se classificar para a do ano seguinte. Essa será apenas a quarta participação da equipe de Campina Grande que em 1999 só teve campanhas melhores do que Juazeiro da Bahia e Lagartense do Sergipe, foi campeão em 2013 e nesse ano caiu em jogo polêmico para o vice-campeão Bahia nas quartas-de-final.

VITÓRIA DA CONQUISTA-BA
Se não tem o poderoso tetra-campeão da capital, o clube do interior conseguiu a vaga e por pouco não levou o título baiano. Em sua segunda participação, teve a pior campanha em 2014, marcando apenas um ponto em seis jogos.

CONFIANÇA-SE
Campeão sergipano de 2015, é figura carimbada na Copa do Nordeste. Em 2016, chegará a nove participações e busca alcançar um feito que apenas o rival Sergipe possui no futebol de seu estado. Conseguir passar de fase, feito que o arqui-rival atingiu por duas vezes em 1999 e 2000. Em 2013, bateram na trave, mas perderam pro Fortaleza por 3x0 na última rodada e viram o Leão do Pici avançar para as quartas-de-final.

CORURIPE-AL
Atual vice-campeão alagoano, o Coruripe já ganhou três vezes o estadual, em 2006, 2007 e 2014, esse último lhe dando direito a jogar o Nordestão desse ano. Com quatro empates em seis jogos, em um grupo que tinha Sport de Recife e Sampaio Corrêa, a campanha foi satisfatória e o time do interior alagoano agora busca em sua segunda participação, surpreender.

FLAMENGO-PI
Atual vice-campeão piauiense, o Flamengo é um tradicional time do estado. Em grave crise, o clube não joga uma divisão nacional desde 2010 quando fez a 37º campanha de 40 times na Série D. Essa será a estréia do clube no Nordestão e a quinta participação em torneios regionais, tendo a segunda pior campanha no Norte-Nordeste em 1968, quarto lugar em 1969 e quinta em 1970. tendo sua melhor campanha na Copa Norte de 1999 quando caiu para o Sampaio Corrêa na semifinal.

RÍVER-PI
Uma grata surpresa da Copa do Nordeste de 2015, o Ríver entrou no difícil grupo D contra Botafogo-PB, Ceará e Fortaleza, e até chegou a namorar com uma vaga. Em sua segunda participação, o atual campeão piauiense chegou duas vezes nas semifinais da Copa Norte em 2000 e 2001, caindo para São Raimundo-AM e Paysandu-PA. 

JUAZEIRENSE-BA
Clube mais jovem da competição, fundado em 2006, o Juazeirense disputará a Copa do Nordeste pela primeira vez. Dono da terceira melhor campanha do Campeonato Baiano, o time conseguiu a vaga e quer fazer diferente dos pequenos clubes baianos nos últimos anos que sempre caem na primeira fase na lanterna de seus grupos.

IMPERATRIZ-MA
Maior clube do interior do Maranhão, o Imperatriz conquistou dez anos depois de seu primeiro título estadual, sua segunda taça no torneio. Junto com a conquista, o "Cavalo de Aço" como é conhecido terá a chance de estrear no Nordestão. Esse será o segundo torneio regional do clube que jogou a Copa Norte em 1997, tendo a quarta melhor campanha geral.

ESTANCIANO-SE
Quarto e último estreante da lista, o Estanciano é junto com o Imperatriz o único clube a sequer estar no ranking da CBF. Atual vice-campeão sergipano, é o único dos vinte clubes a jamais ter ganho um título profissional, sendo vezes vice-campeão sergipano em 1983 e nesse ano, e três vezes vice-campeão da Segunda Divisão Sergipana em 1997, 2010 e 2012.

Por Luca Laprovitera