Copa do Nordeste - Potes A e B ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Copa do Nordeste - Potes A e B

Postado por Luca Laprovitera às 08:00:00 segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Chegando a sua 13ª edição, a Copa do Nordeste se consolida cada vez mais ao passar dos anos. Alguns eventos testes foram feitos nos anos 70, o primeiro foi a Taça do Nordeste em 1971, ganha pelo Itabaiana do Sergipe, em cima do Ferroviário-CE em um triangular onde o Flamengo do Piauí também jogava. Em 1975, o campeonato ganharia seu formato original no Torneio José Américo de Almeida Filho, foram duas disputadas, em 1975 e 1976, ganhas pelo CRB e pelo Vitória-BA, tendo Botafogo-PB e América de Natal como respectivos vices. Em 1994, o Campeonato do Nordeste teve seu primeiro teste oficial, em um torneio disputado entre os dias 4 e 15 de Dezembro em Alagoas, tendo o Sport de Recife vencendo o CRB na final.

Em 1997, o sonho virou real e a CBF começou a organizar o torneio que se consolidou até as disputas de 2002. A CBF resolveu ceder a pressão de grandes clubes e das televisões, mudou o calendário e as competições regionais foram extintas. Em 2003 e depois em 2010, o Nordestão ainda teve disputa, sem sucesso. Em 2013, novamente a CBF resolveu abrir o cerco e o Campeonato do Nordeste voltou mais forte do que nunca, dando até vaga na Sul-Americana para o campeão. 

Na quinta-feira, às 20 horas, o Esporte Interativo fará o sorteio dos grupos da edição de 2016 e vinte equipes dos nove estados do Nordeste estarão na disputa, confira os clubes dos Potes A e B:

BAHIA-BA
Campeão Brasileiro de 1988, o Bahia soma cinco finais de Nordestão (1997, 1999, 2001, 2002 e 2015), atual vice-campeão, tem o bi-campeonato em 2001 e 2002, chega a sua décima segunda participação e verá pela primeira vez na história, seu arqui-rival Vitória fora da disputa.

CEARÁ
Chegou na final nos últimos dois anos, sendo campeão agora em 2015. Chega também em sua décima segunda participação, mas foi graças ao Nordestão que passou o maior vexame de sua história, perdendo duas vezes no mesmo dia, para Boa Viagem no Campeonato Cearense e para o Fluminense-BA na Copa do Nordeste, em 2003.

SPORT-PE
Único clube do Nordeste na Série A do Brasileirão em 2015, o Sport soma três títulos em quatro finais, vencendo em 1994, 2000 e 2014, sendo o primeiro clube nordestino a ser campeão com um técnico da região, em 1994 com Givanildo de Oliveira. Chega a onze participações.

ABC-RN
Passando por grave crise no ano de seu centenário, o ABC pelo menos volta ao Nordestão depois de dois anos de ausência. Em sua décima primeira participação, chegou na final em 2010, perdendo para o Vitória-BA dentro de casa.

AMÉRICA-RN
Primeiro clube a não ser de Bahia ou Pernambuco a ganhar o torneio, em 1997, o América mantém essa como sua única final. Um dos maiores participantes, chega a sua décima terceira disputa, chegando em quatro semifinais.

SANTA CRUZ-PE
Fora da disputa em 2015, o Santa Cruz retorna como campeão estadual. Chega a 10ª participação, mas jamais chegou na final. Soma como melhor resultado, três semifinais.

FORTALEZA
O Leão chega a sua nona participação e por duas vezes bateu na trave, caindo nas semifinais por detalhes, em 2001 quando perdeu para o Bahia e em 2013 para o Campinense, ambos sairiam campeões. Melhor campanha entre os times eliminados nas quartas-de-final nesse ano, quando perdeu para o Sport nos pênaltis, o tricolor busca o título inédito.

SAMPAIO CORRÊA-MA
Os clubes maranhenses e piauienses disputaram a Copa Norte na primeira época do Nordestão. O Sampaio foi campeão em 1998 e vice em 1999, ambas as decisões contra o São Raimundo-AM. Em 2015, vieram a jogar no Nordeste pela primeira vez e a campanha foi boa, mas por conta de uma irregularidade, acabaram eliminados ainda na Fase de Grupos, o que mudou os rumos do torneio.

CRB-AL
Com doze participações com a confirmação de 2016, o CRB tem como melhor campanha o vice-campeonato em 1994. Apesar disso, o CRB só passou de fase duas vezes, em 1994 e em 2014.

SALGUEIRO-PE
Refundado em 2005, o Salgueiro chega para jogar sua terceira Copa do Nordeste. Em 2013, caiu logo na fase de grupos e nesse ano foi eliminado nas quartas-de-final. Vice-campeão pernambucano, busca melhores vôos na competição.

Por Luca Laprovitera