Está na hora de chegar junto ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

sábado, 12 de setembro de 2015

Está na hora de chegar junto

Postado por Luca Laprovitera às 13:20:00 sábado, 12 de setembro de 2015

Somos uma nação, a maior torcida desse estado, temos uma das vinte maiores médias de público da história da Série A, nos últimos quinze anos, sempre tivemos entre as cinco maiores médias de público das divisões que disputávamos, somos gigantes. Nesse ano, 2015, tivemos a terceira melhor média do Nordestão, perdendo apenas para os finalistas e na Série C, estamos atrás apenas do Vila Nova-GO, mas mesmo assim, tendo 10 mil todo jogo, a torcida não empolgou, falta o quê para repetirmos públicos como o da foto e dos grandes tempos?

Fomos campeões cearense depois de cinco anos, somos os líderes da competição e em casa estamos invictos, inclusive, já são mais de 2 anos sem uma derrota para um time de fora do estado dentro de casa. Para melhorar, a diretoria preparou diversas promoções, é meia feminina, é sócio podendo comprar ingresso para acompanhante por R$ 5,00 e o setor mais populoso do estádio saindo pela metade do preço. Fomos desafiados por dirigentes do clube rival e até mesmo pela imprensa, qual a motivação que falta?

Foi ruim, eu sei, estava lá. Porém, os traumas recentes tem de ser esquecidos ou pelo menos, superados para as novas glórias que virão no futuro, e elas só chegarão com nosso apoio. É hora de vestir a camisa, é hora de até reclamar do Lúcio Maranhão, mas em campo ele ser a personificação de um Leônidas da Silva, que Corrêa vire de vez um Pirlo, Daniel Sobralense arranque como Kaká, Maranhão entorte defesas como Robinho, que Lima e Adalberto virem Baresi e Maldini, Ricardo Berna um Oliver Kahn, mas que nossos adversários não sejam Rivaldo e Ronaldo, Chamusca vire Pep Guardiola, que cada qual vire o melhor de si, porque nas arquibancadas eles serão os nossos sonhos e esperança, que sejamos aguerridos, vibrantes e fortes, sem demonstrar cansaço.

Encerro isso, com um comercial da Quilmes para a Copa do Mundo de 2006, para motivar os argentinos com o poema "Benditos", que pela glória de Cassiano, a liderança de Erandir, as defesas milagrosas de Bosco, os pênaltis salvos de Fabiano, os dribles desconcertantes de Clodoaldo, as avançadas de Uri Gheller, a tranquilidade de Angelim, a força de Pedro Basílio, a precisão de Sandro, a velocidade de Rinaldo, a inteligência de Lúcio, o amor de Dude, que estejam com todos vocês, dentro e fora de campo.


Por Luca Laprovitera