10 laterais-direitos que poderiam jogar no Fortaleza em 2016 ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

10 laterais-direitos que poderiam jogar no Fortaleza em 2016

Postado por Luca Laprovitera às 12:53:00 sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Laterais sempre foram questões complicadas no futebol brasileiro. Quando o jogador marca melhor, é criticado porque não sobe ao ataque, por ser defensivo demais. Quando o jogador ataca bem o chamam de 'avenida' como é o caso da maioria dos laterais brasileiros, então não é nada fácil achar nomes de qualidade na posição. Se nesse século tivemos felicidade com Chiquinho, achar jogadores de qualidade na posição é tarefa árdua para qualquer diretoria, tanto que em 2015, Tinga cumpriu bem seu papel, tanto que tentam sua renovação, mas não chega a ser unanimidade pela torcida.

Então hoje o Bora Leão continua a série "Top 10 para 2016", com 10 laterais-direitos que merecem observação para o próximo ano. Novamente lembrando, são apenas opções dadas pela nossa equipe, coluna feita em exercício de imaginação, não são especulações e nem nada. Confira as anteriores:


-Ceará (Cruzeiro-MG)
Aos 35 anos, esse ótimo lateral natural do Crato já fez história no futebol brasileiro. Ídolo no Coritiba onde foi campeão paranaense em 2003, do São Caetano onde foi campeão paulista em 2004, do Internacional onde foi campeão da Libertadores e Mundial em 2006, Ceará passou cinco temporadas no PSG da França onde conquistou uma Copa da França, uma Copa da Liga Francesa e uma Supercopa Francesa, todos os títulos como titular. Em 2012 foi repatriado pelo Cruzeiro onde foi bi-campeão brasileiro em 2013 e 2014, e campeão mineiro ano passado. Ceará perdeu espaço ao longo do tempo para Mayke e até mesmo para Fabiano, experiente, quem sabe com uma alteração no nome, seria uma ótima contratação.

-Éder Sciola (Atlético-GO)
Alto, forte e bom ofensivamente, Éder Sciola é para quem gosta de laterais que sobem bem ao ataque. Bastante rodado, aos 30 anos, já passou por Fluminense, Grêmio Barueri, São Paulo, Atlético-PR, Ituano e teve seu principal destaque pelo Noroeste entre 2006 e 2008, onde o time chegou ao quarto lugar no Paulistão de 2006 e foi vice-campeão do interior nos dois anos seguintes. Nesse ano, fez um ótimo Paulistão pelo XV de Piracicaba e é um dos poucos jogadores jogando bem pelo Atlético-GO nessa Série B.


-Diego Macedo (Bragantino-SP)
Velho conhecido do futebol cearense, Diego Macedo foi campeão estadual em 2011 pelo Ceará. Ótimo subindo ao ataque, não tão bom defendendo, Diego sempre se destacou pelo Bragantino onde se encontra hoje em sua quarta passagem pelo clube do interior paulista. Sempre se destacando por lá, suas atuações o levaram para Atlético-MG, Corinthians e Bahia. 




-Matheus Ribeiro (Atlético-PR)
Aos 22 anos, Matheus Ribeiro ainda está em busca de afirmação. Revelado pelo Internacional-RS em 2012, passou por Juventude-RS e União Frederiquense-RS até chegar no Ypiranga-RS no fim do ano passado. Durante o Campeonato Gaúcho desse ano Matheus se destacou, tendo suas atuações o levado a ser contratado pelo Atlético-PR. Bom marcador e ambidestro, poderia vir por empréstimo, e jogar nos dois lados do campo.



-Marcelinho (Sampaio Corrêa-MA)
Revelado pelo América-MG em 2003, foi negociado com o Flamengo no meio de 2005, sem espaço e na reserva de Leonardo Moura acabou sendo negociado após serem campeões da Copa do Brasil. Chegou a ter rápida passagem pelo Ceará sem sucesso em 2008. Lateral de ótimo poder defensivo fez carreira em Minas Gerais atuando por Democrata, Tupi, Ipatinga, Boa Esporte e por último Caldense onde foi vice-campeão mineiro desse ano. No Sampaio reveza na posição com Daniel Damião.


-Ney Maruim (Confiança-SE)
  Ney Maruim começou a carreira como zagueiro, virou volante e no Confiança se destacou como lateral-direito. Alto, rápido e levemente desengonçado, o atleta é raça pura. Com longa carreira em Portugal, o atleta está emprestado ao Confiança, mas deseja ficar no Brasil e seria uma ótima para o nosso clube. 



-Oziel (Guarani-SP)
Oziel rodou bastante até finalmente se destacar no Duque de Caxias que por pouco não subiu para a Série A em 2009. Cabofriense-RJ, Bangu-RJ, Botafogo-RJ, Paysandu-PA, Ituano-SP, Macaé-RJ e Tigres do Brasil-RJ já haviam sido locais de trabalho desse veloz lateral. No ano seguinte foi para o Ceará onde teve atuações destaques no estadual e na Série A, levando sua transferência para o Goiás no ano seguinte. No time goiano altos e baixos, e em 2012 foi para o Guarani onde foi eleito o melhor lateral-direito do Campeonato Paulista, passou rapidamente pelo Náutico e foi para o Santa Cruz onde foi Campeão da Série C em 2013. No início do ano voltou ao Guarani e foi um dos poucos a se elogiar na temporada.

-Weldinho (Oeste-SP)
Weldinho chamou atenção ao jogar a Copa São Paulo de 2010 pelo Paulista de Jundiaí que chegou nas quartas-de-final. Logo depois subiu aos profissionais e ajudou seu clube a ganhar a Copa Paulista no mesmo ano. Em 2011 foi para o Corinthians onde foi Campeão Brasileiro e da Libertadores, mas sem espaço foi negociado com o Palmeiras. Não convenceu e foi emprestado ao Sporting de Lisboa onde também não conseguiu repetir suas atuações no interior paulista. Atualmente está emprestado ao Oeste sendo um dos melhores jogadores da equipe até se contundir algumas rodadas atrás.

-Sheslon (Boa Esporte-MG)
Revelado pelo Democrata de Governador Valadares-MG 2007, Sheslon foi contratado como grande promessa pelo Atlético-MG no ano seguinte, apesar de algumas boas atuações, seus empréstimos para ganhar experiência como para o Uberlândia-MG e América-MG o fizeram perder espaço até sair para o Boavista-RJ em 2012. Desde 2013 está no Boa Esporte e é um dos poucos bons jogadores dessa equipe. Forte no ataque, veloz e ágil, perdeu espaço com Nedo Xavier para o defensivo Moacir no time titular da equipe mineira.


-André Rocha (Botafogo-SP)
Aos 31 anos, André Rocha é talvez o mais completo lateral dessa lista. Bem alto (1,86 m) e com ótimo poder de marcação, tem técnica apurada, ótima visão de jogo e bom cruzamento. Apesar disso, ele não é muito veloz, algo que causa incomodo em alguns, mas compensa isso com muita determinação. Com passagens por Portuguesa-SP, Palmeiras-SP, Atlético-PR, Ponte Preta-SP, Figueirense-SC e Vasco-RJ, André teve grande passagem pelo FC Dallas nos EUA em 2008-2009. Em 49 partidas, marcou 5 gols e deu 15 assistências, sendo o líder de passes ao gol da equipe nas duas temporadas que lá esteve. Na Série D, é um dos principais jogadores do esquema de Marcelo Veiga.

Por Luca Laprovitera