BENDITOS ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

BENDITOS

Postado por Luca Laprovitera às 14:22:00 sexta-feira, 16 de outubro de 2015
Foto: Fábio Lima/O Povo

Antes da Copa do Mundo da Alemanha em 2006, a marca de cerveja argentina Quilmes lançou um vídeo chamado "Benditos" com um poema que falava sobre os pesadelos dos apaixonados por futebol do país e do orgulho de ser argentino. Nove anos depois, o poema é talvez ainda mais atual do que na época. Não só isso, ele fala muito da nossa realidade como torcedores do Fortaleza, o sofrimento dos últimos anos, a paixão torturada pelas decepções, mas acima de tudo, a perseverança, o amor, a esperança e o orgulho de ser tricolor. Para animar a torcida, traduzimos e fizemos uma versão para a torcida, confiram:

"Bendito seja o acesso com que sonhamos; 
Bendito cada nome que foi designado;
Benditos os jovens que vimos jogando; 
O peso da história, o respeito ganho;
Malditas sejam as lembranças dolorosas; 
Maldita a impotência, a injustiça que vivemos; 
E voltamos para casa, cada um para o seu lado; 
Sem ter jogado a final, ficando pelo caminho; 
Bendita a anestesia dada para as dores; 
E a tristeza curada com abraços; 
A garganta que arranha com os gols; 
E nos sentirmos os melhores por alguns instantes;
Malditos os sorteios dos grupos da morte; 
Os traidores que minam a nossa sorte;
Malditos os mesquinhos que jogam sem poesia; 
Os que batem, os que invejam, os que quebram e machucam;
Bendito seja o orgulho de estar no estádio; 
O jogador e a bola não se mancham; 
A Tv que repete o lance;
Furar a rede adversária, encher o peito e beijar a manto; 
Os turistas, os cronistas, patrocinadores, amigos; 
O hino e as mulheres acompanhando os jogos; 
Benditas as preces que dão resultado; 
O riso e o choro que lembramos tanto; 
Bendito esse momento que nos dá o futebol; 
De poder mudar nosso destino; 
E sentir outra vez em frente ao mundo; 
A glória;
A raça;
De ser Fortaleza!"


Por Luca Laprovitera