E se o Fortaleza jogasse apenas com as bases? ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

sábado, 21 de novembro de 2015

E se o Fortaleza jogasse apenas com as bases?

Postado por Luca Laprovitera às 20:46:00 sábado, 21 de novembro de 2015

É claro que as categorias de base não vivem sua melhor fase no Fortaleza, mas hoje na Série B dois atletas revelados pelo Fortaleza marcaram gols por sua equipe, um deles foi o volante Bileu que fez um dos gols do Santa Cruz que levou o time coral de volta à elite, o outro meia Edinho que fez o gol da vitória do Paysandu. E se tivéssemos um time inteiro formado pelas categorias de base? Subiríamos? Faríamos bonito? Tire suas conclusões. Lembrando, só utilizaremos jogadores que jogaram pelo time profissional do Fortaleza e apenas como exercício de imaginação.

Goleiro: Douglas (Boa Esporte-MG)
Revelado pelo Fortaleza em 2006, Douglas foi destaque do Leão na Copa São Paulo daquele ano, começou o ano de 2007 como titular, mas uma grave contusão o tirou quase um ano dos gramados. Virou titular em 2009 e foi um dos heróis do tri-campeonato. Acabou perdendo espaço com a chegada de Fabiano em 2010, mas foi titular durante a Série C, sendo crucificado por uma falha no último jogo contra o Águia-PA. Mesmo assim, Douglas foi para o Vitória-BA e acabou sendo titular até a chegada de Deola em 2013. Com passagem também pelo Paysandu-PA em 2014, atualmente é um dos poucos que se salvam no Boa Esporte. Além de Douglas, Erivelton e Max Walef hoje no clube poderiam estar no elenco.

Lateral Direito: Amaral (Ferroviário-CE)
Revelação do Fortaleza em 2005, Amaral chegou até a Seleção Brasileira Sub-20 em 2007, sendo campeão Sul-Americano e depois eleito o melhor lateral do Mundial. Com passagens por Palmeiras, Corinthians, Atlético-MG e Ponte Preta, disputou com destaque a Libertadores pelo Caracas-VEN. Com passagem frustrada pelo Fortaleza ano passado, fez um bom carioca pela Cabofriense-RJ e fez uma ótima Fares Lopes pelo Ferroviário. Amaral tem talento e currículo, um dos melhores laterais do futebol alencarino. Achar lateral no mercado já é difícil, imagina revelar, o Fortaleza tem o garoto Felipe Bala que acabou de subir aos profissionais, mas Bileu poderia ser improvisado aqui.




Zagueiro: Romário Mendes (Ferroviário-CE)
Revelado pelo Fortaleza em 2011, Romário era tratado como joia no Pici. No alto de seus 1,90 m ele chamou atenção e se transferiu para o Grêmio-RS. Sem espaço no clube gaúcho, Romário rodou bastante. Por último foi reserva no Ferroviário-CE na Copa Fares Lopes. 














Zagueiro: Max Oliveira (Fortaleza)
Max Oliveira subiu aos profissionais no ano passado e logo assumiu a titularidade. Bom de bola, inteligente e seguro, era um dos pilares defensivos do tricolor no primeiro semestre, mas uma grave contusão o tirou do time. Nesse ano foram poucas chances e mal aproveitadas, mas Max ainda é jovem e pode voltar a evoluir. Além deles, Igor (Vila Nova-GO) ou Erandir poderia ser improvisado na defesa.



Lateral esquerdo: Bruno (Fortaleza)
Bruno subiu aos profissionais nesse ano e chamou atenção da torcida. Jogando entre o time principal e o sub-20, o atleta já não vinha rendendo bem no fim da temporada, mas em 2016 deve ter mais chances para mostrar seu verdadeiro futebol. Além dele, Guto (Tiradentes-CE) e Eusébio (por último no Joinville-SC) poderiam atuar na lateral-esquerda.











Volante: Rogério (Ríver-PI)
Grande surpresa do Fortaleza em 2007, Rogério é um volante carrapato de ótimo chute. O volante era pretendido até pelo São Paulo na época, mas acabou não vingando da maneira esperada. O jogador passou por ABC-RN, foi campeão da Série D com o Guarany de Sobral em 2010 e baiano com o Bahia de Feira em 2011. Nesse ano foi um dos principais jogadores do Ríver campeão piauiense e vice-campeão da Série D.








Volante: Bileu (Santa Cruz-PE)
Bileu foi revelado pelo lateral, mas sua técnica logo o levou ao meio-campo. Veloz, ágil e de boa movimentação, chamou atenção do Atlético-PR. Sem chances no Furacão foi emprestado ao Sousa em 2009 e negociado com o ABC em 2010. Foram quatro temporadas no clube potiguar sendo bi-campeão estadual em 2010 e 2011, campeão da Série C e vice-campeão do Nordeste em 2010. No ano passado teve rápida passagem pelo Sport-PE onde foi campeão pernambucano e do Nordeste, mas sem espaço foi negociado com o Santa Cruz no meio do ano. É titular do clube que foi campeão pernambucano e acabou de retornar à Série A. Além de Bileu, Régis (Atlético-GO), Erandir (Ferroviário-CE), Júnior (Fortaleza), Walfrido (sem clube, ex-Criciúma-SC), Pio (Fortaleza), Leandro (Remo-PA), Jô (Audax-RJ) e Válter (Tiradentes-CE) estariam no elenco.

Meia: Edinho (Paysandu-PA)
Edinho subiu aos profissionais do Leão em 2013. No ano passado virou titular e principal jogador do time. Seu destaque o levou a ser negociado. Primeiro foi para o Avaí-SC e sem chances foi mandado ao Paysandu-PA. No time paraense é uma espécie de 12º jogador, mas começou a melhorar seu desempenho e conquistou o carinho da torcida. 





Meia: Eduardo (Bahia-BA)
Eduardo subiu aos profissionais em 2010 e no ano seguinte foi negociado com o Fluminense. Teve suas primeiras atuações pelo clube carioca em 2013, mas sem chances foi emprestado ao Ceará ano passado, sendo um dos principais jogadores da campanha que quase coloca nossos rivais de volta à elite. No início do ano foi para o Joinville-SC, não conseguiu se firmar apesar do título catarinense. Hoje é titular do Bahia e comanda o ótimo setor de ataque com Maxi, Kieza e Roger. Outros nomes no meio poderiam ser Bismarck (Aparecidense-GO), Marllon (Luziânia-DF) e Laertes (Fortaleza).

Atacante: Osvaldo (Fluminense-RJ)
Osvaldo subiu aos profissionais no fim de 2006, no ano seguinte foi emprestado ao Ríver-PI onde foi campeão estadual e eleito melhor jogador do torneio. Em 2008 comandou a vitória do título estadual e salvou o Fortaleza do rebaixamento. Foi negociado com o Al Ahli dos Emirados Árabes e chegou a ser emprestado ao Braga-POR, mas várias contusões trouxeram ele de volta ao país, desse vez para atuar pelo Ceará. No rival foi campeão estadual e fez uma grande Série A que o levou ao São Paulo. No tricolor foi campeão da Sul-Americana e chegou à Seleção Brasileira atuando em duas partidas. Atuando está no Fluminense-RJ, mas não faz grande atuações.

Atacante: Ari (Krasnodar-RUS)
Das bases do Fortaleza, Ari foi a primeira grande negociação do Leão ainda em 2005 quando se destacou no time principal, foram apenas 6 jogos e 5 gols marcados. Foi para o Kalmar-SUE onde foi artilheiro do campeonato sueco, em 2007 foi para o AZ Alkmaar-HOL onde foi treinado por Louis van Gaal, além de ter sido campeão holandês e da Supercopa da Holanda. Em 2010 foi negociado com o Spartak Moscou e desde está no emergente Krasnodar que só não foi para Champions League na última temporada pelo número de vitórias. Hoje ele estuda a naturalização para a jogar de 2018 na Rússia pelo país sede. Além deles, Reginaldo Júnior (Botafogo-PB), Cleiton (Ferroviário-CE), Clodoaldo (Ferroviário-CE), Canga (Campinense-PB), Romarinho (agora no Rio Claro-SP), Uilliam (Fortaleza) e Adaílton (Jubilo Iwata-JAP).

Time base: Douglas; Amaral, Romário Mendes, Max Oliveira e Bruno; Rogério, Bileu, Edinho e Eduardo; Osvaldo e Ari.

Time reserva: Erivélton; Felipe Bala, Igor, Erandir e Eusébio; Régis, Walfrido, Laertes e Bismarck; Romarinho e Adaílton.

Por Luca Laprovitera