10 atuações inesquecíveis dos goleiros tricolores ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

sábado, 12 de dezembro de 2015

10 atuações inesquecíveis dos goleiros tricolores

Postado por Luca Laprovitera às 11:53:00 sábado, 12 de dezembro de 2015

Depois de mais de vinte anos de carreira, aposentou ontem o lendário goleiro Rogério Ceni. O arqueiro entrou em campo seis vezes contra o Leão, venceu três, perdeu duas e empatou uma, mas jamais fez gols e um dos 16 pênaltis que perdeu na carreira foi justamente contra o Fortaleza, em 2006. Para participar desse momento especial para o futebol nacional, vamos lembrar dez grandes atuações dos nossos goleiros na história. Nos desculpem se ficarmos muito atuais, mas somos bem jovens. E para você, torcedor? Qual foi a melhor? Tem alguma faltando na lista?

-Pedrinho Simões (Bahia 0x0 Fortaleza - Taça Brasil de 1960)
Pedrinho é o primeiro em pé
Pedrinho Simões aposentou com apenas 23 anos em 1961, foi levar a vida como bancário. Durante a carreira jogou anos no Gentilândia onde foi Campeão Cearense em 1956, com apenas 19 anos. No Fortaleza foi campeão estadual de novo, além do Norte-Nordeste em 1960. Mas o dia que ficou no coração dos tricolores na época foi 26 de Outubro, Bahia e Fortaleza se enfrentavam no PV, o Leão tinha vencido o primeiro jogo por 2x1. Atual campeão nacional, o Bahia pressionou do início ao fim, mas Pedrinho segurou os baianos e levou de forma inédita o Leão de Aço até a final da Taça Brasil. 

-Lulinha (Fortaleza 1x0 Ceará - Cearense de 1974)
Lulinha à esquerda
Era o segundo jogo dos três heroicos resultados que deram o título estadual em 1974. O Fortaleza já havia vencido na quarta, dia 19 de Março de 1975 (era comum na época, campeonatos de um ano terminar no outro), no domingo, Fortaleza e Ceará se enfrentavam no Castelão e apenas um empate bastava para o alvinegro. O Leão venceu por 1x0 e Lulinha fez defesas épicas naquele domingo a tarde segurando o resultado, do dia 23 de Março, no dia 26, na outra quarta, vitória de 3x1 e título leonino, graças a grande atuação de Lulinha.

-Sergio Monte (Palmeiras 0x1 Fortaleza - Brasileirão de 1984)

Foi a primeira vez que um time cearense venceu algum dos clubes do G12 do país, Sergio Monte fechou o gol, recebeu inclusive nota 10 da Revista Placar e calou o Brasil ao segurar o Palmeiras no Morumbi. No Leão de Aço, Sergio foi ainda bi-campeão estadual em 1982 e 1983.

-Jéfferson (América-MG 0x0 Fortaleza - Série B de 2002)

Um dos jogos-chave do acesso em 2002, o Fortaleza mostrou que nem todo mundo que cai no horto morre. Dia 15 de Novembro, o Leão pegava o América-MG no Independência e Jéfferson fechou o gol, segurando o clube mineiro. No jogo de volta, vitória leonina por 2x0 e o resto da história, todos sabem de cor.

-Bosco (Avaí 0x0 Fortaleza - Série B de 2004)

A gente não tem o vídeo do jogo, mas tem o das defesas do Bosco e nele tem lances dessa partida épica. Foi no dia 6 de Novembro na Ressacada e o goleiro fez uma das defesas mais espetaculares que o torcedor tricolor já viu e foi fundamental no acesso.

-Maizena (Fortaleza 1x0 São Paulo - Brasileirão de 2006)

Infelizmente não temos vídeo das defesas desse jogo, mas o São Paulo chegou naquele 23 de Maio pensando que seria fácil bater o nosso Leão no Castelão. Maizena então com 39 anos parou o time paulista e recebeu elogios até de Rogério Ceni. 

-Albérico (São Paulo 1x1 Fortaleza - Brasileirão de 2006)

Albérico nunca foi grande goleiro ou ídolo por aqui, mas aquele 31 de Agosto ele entrou para a história. O Fortaleza estava na zona de rebaixamento, o São Paulo era líder disparado do Brasileiro e o goleiro segurou o time paulista dentro do Morumbi, pegando até pênalti de Rogério Ceni, um dia histórico.

-Tiago Cardoso (Fortaleza 0x1 Horizonte - Cearense de 2008)

Sim, o Fortaleza perdeu, mas mesmo assim valeu para uma partida heroica de Tiago Cardoso. O goleiro pegou um pênalti no tempo normal no fim do jogo, na decisão de pênaltis pegou mais três e deu o título do segundo turno por 5x4, resultado que levou o Leão para a final contra o Icasa para o segundo dos quatro títulos do tetracampeonato.

-Douglas (Fortaleza 1x1 Ceará - Cearense de 2009)

Prata da casa, Douglas sempre terá seu lugar no coração tricolor por conta desse jogo. Na partida do tri-campeonato em 2009, o Ceará precisava vencer para levar para os pênaltis. 1x1 e pressão alvinegra no fim, pelo menos cinco milagres do goleiro leonino que ainda hoje é visto nos pesadelos de Boiadeiro.

-Fabiano (Ceará 2x1 Fortaleza - Cearense de 2010)

No tempo normal a atuação foi boa, nada de excepcional, mas foram as penalidades que imortalizaram Fabiano. Erick Flores e Misael pararam nas mãos de Fabiano, a atuações do goleiro paulista deram o tetra-campeonato inédito ao Fortaleza, mostraram que um time de Série C poderia parar o recém subido Ceará na Série A, fazendo história.

Por Luca Laprovitera