5 jogadores que quase passaram pelo Fortaleza - Parte 2 ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

5 jogadores que quase passaram pelo Fortaleza - Parte 2

Postado por Luca Laprovitera às 14:21:00 terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Sim, estamos sem pauta e até segunda-feira dia 14 será mais ou menos dessa maneira, mas até lá a gente tenta falar um pouco da história do clube e alguns causos curiosos. Alguns dias atrás fizemos o 5 jogadores que quase passaram pelo Fortaleza. Alguns acharam ruim porque não era nada demais, outros acharam interessante e queriam saber um pouco mais, a gente como é curió, pesquisou, lembrou e resolveu fazer uma segunda parte e se acharem ruim, a gente faz a terceira também. 

-Darío Alberto Gigena (Atacante)

O atacante argentino Darío Gigena foi apresentado, vestiu a camisa e até mesmo treinou pelo Fortaleza. O argentino tinha passagens destacadas pelo Talleres de seu país onde foi campeão da Copa Conmebol em 1999 e pela Ponte Preta-SP onde era ídolo. Chegou em 2007 para ajudar no ataque do time, mas foi embora sem ao menos de ter condição de jogo por conta de problemas na documentação. Se aposentou em 2012 pelo Sarmiento de Leones, de seu país.

-Eduardo Fierro (Atacante)

Em 2008 Eduardo Fierro chegou como uma das soluções do ataque para o clube. Oferecido pelo seu empresário (leia a matéria aqui), o atleta foi incorporado ao grupo, mas nunca chegou a ser realmente contratado. Bi-campeão boliviano pelo Blooming em 2005 e 2009, Fierro atualmente está no Universitário de Sucre de seu país. Chegou a jogar duas partidas pela Seleção Boliviana, uma em amistoso contra o Haiti e contra a Venezuela pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Brasil, ambos jogos em 2013.

-Túlio "Maravilha" (Atacante) 

Sim, isso aconteceu em 2005. Túlio "Maravilha" tinha acabado de comandar o modesto Volta Redonda até a final do Campeonato Carioca, depois de vencer a Taça Guanabara e ainda saiu como artilheiro do estadual com 12 gols. O atacante disse que sairia para um clube da Série A e Fortaleza, Flamengo e Juventude estavam na briga. Túlio acabou indo para o clube gaúcho e o Leão teve o retorno de Rinaldo. Confira a discussão no fórum do tricolor na época (leia aqui).

-Edmundo (Atacante)

Outra das especulações de 2005, Edmundo era cotado para vestir a camisa tricolor. Esquecido no pequeno Nova Iguaçu-RJ depois de passagens frustradas por Urawa Red Diamonds do Japão, Vasco da Gama-RJ e Fluminense-RJ já se falava até em aposentadoria. O nome do "Animal" começou a rondar os ares do Pici, mas seu histórico e extra-campo o afastaram de um acerto. Edmundo foi para o Figueirense-SC onde fez grande Brasileirão, se aposentou no Vasco em 2008.

-Romário (Atacante)

Sim, o "Baixinho" Romário por muito pouco não veio para o tricolor e essa história vem contada pelo grande Orlando Patrício. No dia 15 de Dezembro de 1983, o presidente do Vasco na época, Antônio Soares Calçada conversa por telefone com o presidente do Leão Ney Rebouças. Calçada oferece um jovem atacante das categorias de base vascaína ao "Galego" Ney Rebouças e imediatamente o presidente pergunta ao atacante Marquinho sobre o rapaz. Marquinho responde que ele é baixinho, mas era muito bom e que fazia muitos gols. Rebouças pergunta o quão baixo ele era e Marquinho responde que era mais baixo do que ele para gargalhada dos presentes na sala, que eram Orlando Patrício, Nestor Falcão, Zezinho Baquit e ponta-direita Edson. No fim, Marquinho voltou ao Vasco, virou Marquinho Carioca, chegou até a Seleção Brasileira, e Romário nunca veio e essa história todo mundo já conhece. 

Por Luca Laprovitera