Garotas do Handebol, o Nordeste as pertence! ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

domingo, 13 de dezembro de 2015

Garotas do Handebol, o Nordeste as pertence!

Postado por Luca Laprovitera às 15:15:00 domingo, 13 de dezembro de 2015
Equipe campeã do Nordeste (Foto: Luca Laprovitera)

Um jogo nervoso, dois anos vindos de derrotas na final para o Português/AESO-PE esse ano o objetivo era dar a volta por cima e as leoas deram show. Campeãs invictas do Nordeste, passaram pelo Deoclécio-CE hoje na final por 26x20 e garantiram o título inédito da Liga Nordeste da categoria. O Bora Leão e sua equipe parabeniza essa equipe de guerreiras e o treinador Alex Dourado e sua comissão técnica pela conquista, engradecendo cada vez mais esse esporte e o Fortaleza Esporte Clube.

-Jogo

Nervosas, as atletas tricolores não fizeram um bom primeiro tempo. Leia do Deoclécio foi a primeira a marcar. O jogo tenso chegou a deixar as adversário com três pontos de vantagem, marcando 8x5. No fim do primeiro tempo, Evelina chegou a empatar a partida em 9x9, mas o Deoclécio logo passou a frente de novo fechando o primeiro tempo em 11x10 com gol da tricolor Gardênia no finzinho. 

Técnico Alex Dourado dá palestra que muda o jogo no intervalo
(Foto: Luca Laprovitera)

O Fortaleza/IFCE melhora no segundo tempo e Sara logo empata, 11x11. A partida fica disputada até que Evelina coloca o Fortaleza na frente 14x13, e quando Renata marca 15x14, as leoas não saem mais da frente. Com a equipe mais calma, explorando jogadas nas pontas com Gardênia e contra-ataques mortais com Renata e Eveline, o placar terminou com 26x20 e o inédito título para as garotas tricolores, o primeiro do estado desde que em 2011 o Eusébio teve a única conquista até então.

-Premiação
Seleção do Torneio: Renata, Mikelina, Sâmia Jesame, Viviane,
Aline, Sâmya Nobre, Kelly - artilheira e Evelyne (Foto: Melina Santana)
O Fortaleza ficou com o título e o Deoclécio o vice-campeonato, Maracanaú-CE que bateu o Quixadá-CE mais cedo ficou com o terceiro lugar. Os treinadores escolheram as melhores atletas e a Seleção do Torneio:

Goleira: Aline (Fortaleza)
Armadora central: Renata (Fortaleza)
Armadora direita: Evelyne (Fortaleza)
Armadora esquerda: Mikeline (Maracanaú)
Ponta: Sâmya Nobre (Deoclécio)
Ponta direita: Sâmia Jesame (Deoclécio)
Ponta esquerda: Viviane (Fortaleza)

Melhor goleira: Aline (Fortaleza)
Artilheira: Kelly, 16 gols (Deoclécio)
Melhor jogadora: Renata (Fortaleza)

Equipe
Atletas, comissão técnica e filhos da equipe
(Foto: Luca Laprovitera)
2-Gardênia
4-Flávia
6-Carol 
7-Renata
9-Leiliany
10-Anayara
11-Viviane 
13-Drielly
15-Sara
16-Aline (goleira)
18-Evelyne
Técnico: Alex Dourado

Gols na final: Viviane e Renata (8 gols), Leiliany (4 gols), Gardênia (3 gols), Sara (2 gols) e Eveline (1 gol) pelo Fortaleza; Kelly (7 gols), Leia (5 gols), Sâmya Nobre (3 gols), Rachel (2 gols), Tayô (2 gols) e Vanessa (1 gol) pelo Deoclécio. Obs: Se arramos dando um gol para outra, ou algo do tipo, nos avisem, era rápido e foram muitos gols. 

Futuro da equipe
Classificadas para as semifinais do Campeonato Cearense, as garotas irão buscar o tri do torneio. A tabela deve sair nessa semana para coroar a temporada. Com o título da Liga do Nordeste, o Fortaleza tem direito de disputar a Liga Nacional de Handebol que em 2015 foi disputada por essas seis equipes: Apahand/Prefeitura de Caxias do Sul-RS, UNC/Concórdia-SC, Metodista/São Bernardo-SP, Esporte Clube Pinheiros-SP, São José-SP e Vasco/FAB-RJ, ou seja, a logística é extremamente complicada. 

O técnico Alex Dourado se pronunciou: "Temos direito a vaga na Liga Nacional, o que demanda uma série de fatores. Nós temos alguns projetos encaminhados, a gente quer conversar com a diretoria do Fortaleza, porque estamos nisso desde 2001, desde a época do Jorge Mota que voltou agora, que vai colocar o futebol lá em cima e o handebol a gente tem colocado", comentou Alex Dourado. 

A atleta Renata, uma das destaques do time e eleita melhor atleta do torneio comentou sobre o título depois de três tentativas: "Bom (risos), finalmente depois de dois anos conseguimos essa vitória, depois de muito trabalho, muita dedicação. Apesar do pouco apoio, a gente sempre batalhou e treinou com força".

-Fotos (Por Melina Santana e Luca Laprovitera)
 

Por Luca Laprovitera. Colaboração: Melina Santana