Paciência com as bases, por favor ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Paciência com as bases, por favor

Postado por Luca Laprovitera às 17:10:00 quinta-feira, 7 de janeiro de 2016
(Foto: Assessoria FEC)
Em 2015 as bases não conseguiu ganhar um título sequer, não se viu um jogador revelado no clube sequer ser opção no banco de reservas do time profissional, na Fares Lopes caíram sendo humilhados pelo Guarany de Sobral, pelo terceiro ano seguido fora da Copa São Paulo ainda na Primeira Fase, vendo o rival ganhar todos os torneios estaduais da base e ainda ser o único time do estado a passar de fase na Copinha.

Para quem nos últimos vinte anos revelou Clodoaldo, Erandir, Amaral, Wanderson, Edinho, Eduardo, Osvaldo, Ari e tantos outros a nível regional, nacional e até mesmo internacional. Mas depois de 2013/2014 quando Max Oliveira, Walfrido e Edinho subiram, a base secou. As apostas atuais ficam em Nonato e Augusto, mas ainda sim parece pouco para o time que mais tem títulos nas bases dentro do estado.

A queda é fruto da falta de investimento e más gestões dos últimos anos, desde a criação do CT Ribamar Bezerra, algo que era para ser a nova fase do clube, diretorias deixaram o projeto largado, o CT só serve para campo, alojamentos hoje voltaram ao Pici e os garotos vão diariamente em um ônibus velho treinar. O investimento voltou, nomes como Luciano Reis foram chamados para gerenciar, chegaram fisiologistas, médicos, preparadores, todo um aparato, mas isso não se resolverá em apenas alguns meses, os resultados virão no próximo ano, quem sabe só depois do centenário, mas até lá, estamos a mercê de uma base que sofreu pela falta de preparo de comandos alheios.

Se podemos cobrar? Claro, mas não deles, são apenas frutos do descaso passado e com os jovens que voltam de São Paulo com infelizmente mais um fracasso, devemos apoiar e ter paciência, cobrar um melhor investimento neles e nos que virão depois, pois a base não é apenas mesclar, é cuidar, treinar, apostar, investir, e por pelo menos cinco anos, isso não foi feito.

Por Luca Laprovitera