5 jogadores que passaram no Fortaleza que jogaram Copa América ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

5 jogadores que passaram no Fortaleza que jogaram Copa América

Postado por Luca Laprovitera às 11:43:00 terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Comemorando 100 anos da CONMEBOL em 2016, a entidade resolveu fazer um torneio especial para homenagear a data do próximo dia 9 de Julho. Será realizada Copa América Centenário que será sediada nos Estados Unidos e terá a participação das 10 Seleções da CONMEBOL e mais 6 da CONCACAF (América do Norte, Central e Caribe). 

Para falar um pouco do torneio, vamos mostrar abaixo quais os grupos e vamos lembrar sete atletas que vestiram o manto tricolor e já jogaram uma das 44 edições anteriores. Então, primeiro, confira os grupos:


1-Dudu Cearense (2004)

Que tal começar por um cara que ainda está no elenco? Dudu Cearense era uma das grandes promessas do futebol brasileiro na época. Um ano antes havia estreado na Seleção principal e também tinha sido o capitão na conquista da Copa do Mundo Sub-20, ao lado Nilmar, Daniel Carvalho, Fernandinho, dentre outros, sendo o artilheiro do torneio com 4 gols, vencendo a final sobre a Espanha de Andrés Iniesta na final. Campeão da Copa América, Dudu atuou na vitória de 1x0 sobre o Chile na estreia da equipe, saindo no segundo tempo para a entrada de Diego. 

2-César Belli (1999)

Tentei achar uma foto melhorzinha, mas não tinha. Ele passou pouco tempo aqui, mas conquistou o coração da nação tricolor. César Belli esteve no Fortaleza por apenas um ano, em 2007, sendo campeão cearense e por pouco não conseguindo o acesso à Série A do Brasileiro. Sua história na Seleção foi até longa, vice-campeão mundial sub-20 em 1995, chegou à Seleção Principal em 1998, quando foi reserva na Copa Ouro. Com Wanderlei Luxemburgo foi presença constante nas convocações, até mesmo com a chegada de Emerson Leão era chamado, mas mesmo assim, só trajou 8 vezes a camisa canarinha. Em 1999 foi reserva de Antônio Carlos e Odvan na Copa América, mas acabou sequer entrando em campo. Para melhorar, foi campeão e tem o título no currículo.

3-Marcos Paulo (1999)

Revelação do Cruzeiro no fim dos anos 90, Marcos Paulo variava entre volante e meia, era presença constante nas convocações da Seleção Olímpica para Sidney 2000. Entre 1999-200 atuou em 3 partidas pela Seleção Principal e fez 1 gol contra a Nova Zelândia na Copa das Confederações. Assim como César Belli, foi convocado, não atuou, mas foi campeão da Copa América daquele ano. Depois de muito rodar, chegou ao Fortaleza em 2011, sem sucesso atuou em 21 partidas, marcando apenas 1 gol, saindo ao fim da temporada para a aposentadoria com apenas 34 anos.

4-Josimar (1987 e 1989)

Famoso pelo golaço contra a Irlanda do Norte na Copa do Mundo de 1986, Josimar jogou duas Copas América. A primeira em 1987, foi titular e atuando nas duas partidas da Seleção no torneio. A segunda em 1989, só atuou na última partida contra o Uruguai no quadrangular final, jogo que deu um título ao Brasil depois de 19 anos. O lateral-direito chegou no Fortaleza anos depois, entre 1991 e 1992, quando já perambulava pelo futebol. Da Copa América até chegar ao Leão, haviam sido sete clubes em sua carreira, Botafogo-RJ, Sevilla-ESP, Internacional-RS, Flamengo-RJ, Novo Hamburgo-RS, Bangu-RJ e por último Uberlândia-MG. Se aposentaria em 1996, já esquecido no Mineros de Guayana da Venezuela.

5-Mirandinha (1987)


Conhecido no país por ter sido o primeiro brasileiro a atuar na Inglaterra, Mirandinha jogou a Copa América de 1987. Na época era atleta do Palmeiras e suas boas atuações o levaram à Seleção Brasileira para jogar a Taça Stanley Rous na Inglaterra. Logo na estreia contra os ingleses em Wembley, Mirandinha marca o gol de empate um minuto depois de Gary Lieneker, artilheiro da Copa do Mundo um ano antes abrir o placar. O Brasil foi campeão, Mirandinha foi para o Newcastle. Antes de chegar ao clube inglês uma convocação para a Copa América, mas sem sucesso, o Brasil caiu na Primeira Fase e o atacante cearense sequer entrou em campo nas duas partidas jogadas. Em 1991, chegou ao Fortaleza e virou ídolo, campeão e depois voltou para ser idolatrado e campeão novamente como treinador.

Bônus: Marcelo Escudero (1995)

Sim, procurei, procurei e tudo que achei foi essa capa de jornal onde Marcelo Escudero (camisa 11) aparece comemorando seu único gol com a camisa argentina na vitória por 3x0 em um amistoso contra o Chile em 1994. Escudero era uma jovem promessa do Newell's Old Boys quando foi chamado para a Copa do Rei Fahd (hoje Copa das Confederações) e para a Copa América em 1995. Na Copa Rei Fahd, Escudero foi titular na campanha do vice-campeonato perdido para a Dinamarca dos irmãos Laudrup na final. Na Copa América só teve chance nos 45 primeiros minutos contra os Estados Unidos, mas uma surpreende derrota o fez ser substituído por Diego Simeone que não evitou o placar final, 3x0 para os ianques. Escudero ainda jogaria e viraria ídolo do River Plate, chegaria no Fortaleza em 2003 como contratação de grande impacto, mas com apenas 20 minutos em campo e muitas contusões foi para o Olimpo de Baía Blanca onde se aposentou em 2005. 

Por Luca Laprovitera
Twitter: @lucalaprovitera
Facebook: https://www.facebook.com/lucalaprovitera/