Se o futebol é profissional, por que a arbitragem não é? ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Se o futebol é profissional, por que a arbitragem não é?

Postado por Luca Laprovitera às 18:21:00 domingo, 21 de fevereiro de 2016

A imagem é clara, longe de creditar a derrota de ontem a arbitragem, mas mais uma vez uma partida do estadual teve um lance importante e decisivo sofrendo por um erro da arbitragem. O lateral-esquerdo Bruno Melo, ontem improvisado de volante foi expulso depois de levar o segundo amarelo por falta em Enercino, meia do Uniclinic. Mesmo o juiz frente ao lance, ele não conseguiu ver que a falta foi de fato cometida pelo meia da Águia.

(Foto: Christian Alekson / Cearasc.com)
A primeira polêmica veio logo na primeira rodada quando o goleiro Fábio Lima do Tiradentes teria feito falta no volante Johnathan do Ceará, além da não marcação do pênalti, a arbitragem deixou o lance seguir. Na oportunidade, o árbitro Almeida Filho e o assistente Arnaldo Souza foram suspensos por 20 dias.

O próprio Fortaleza foi vítima de erros dos juízes nesse estadual, como quando o juiz César Magalhães deu amarelo para Juninho por simplesmente esperar do lado de fora do campo e deixá-lo lá por mais de 2 minutos, mas em lance parecido, minutos depois, autorizou a entrada do jogador Joaninha em cima de Jean Mota que estava com a bola, na partida contra o Maranguape.

Crucificados, os juízes sequer são profissionais, todos tem empregos a parte para manterem suas vidas e famílias. Fala-se de profissionalismo, futebol moderno e organização, mas quem comanda o jogo é amador. Em um torneio com equipes desestimuladas e de baixo nível técnico, preços caros e desorganização, uma das maneiras de melhorar isso tudo, seria ter árbitros de qualidade, começando, por dar condições a eles para isso.

SEQUÊNCIA DE IMAGENS
 

Por Luca Laprovitera
Twitter: @lucalaprovitera
Facebook: https://www.facebook.com/lucalaprovitera/