O contra-ataque tricolor e o campo minado de Marquinhos Santos ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

quinta-feira, 19 de maio de 2016

O contra-ataque tricolor e o campo minado de Marquinhos Santos

Postado por Unknown às 13:37:00 quinta-feira, 19 de maio de 2016
O esquema de Marquinhos Santos brilha mais uma vez (Foto: Fabio Lima)
Na noite de ontem, o Fortaleza triunfou em Volta Redonda vencendo mais uma vez o Flamengo por 1x2 pela Copa do Brasil. Dois fatores foram essenciais para o Leão se classificar para a próxima fase: a eficiência no ataque e o esquema tático defensivo de Marquinhos Santos.

O campo minado do treinador e a eficiência do ataque tricolor já foram mostrados em algumas partidas desse ano - contra o Bahia, Ceará e Sport. Com isso, vale a pena visualizar e analisar a sua inteligência de fazer um time tão competitivo fora de casa. 

Para isso, o Bora Leão analisa os dois gols do Leão e o campo minado de segurar o grandioso Flamengo no seu campo de ataque.

1º Gol do Fortaleza - 3 minutos do primeiro tempo


  
É fácil de visualizar na imagem que o Flamengo faz uma linha defensiva com quatro jogadores, o que é normal. Everton está com a bola que faz uma tabela com Jean Mota.



 Jean Mota faz a tabela com Everton, que vai ser marcado por dois jogadores do Rubro Negro (1 e 2). Everton poderia tocar para Anselmo, que estava livre para fazer o gol ou Anselmo tocaria para Pio.


Everton toca a bola para um dos seus companheiros. Pode-se perceber que os dois estão livres. A defesa rubro negra não está bem posicionada. O marcador 3 deveria marcar o Anselmo e o 4 marcar mais de perto o Pio.

Anselmo chega atrasado na bola de Everton e sobra para Pio, que recebe sozinho e manda um chutaço para o gol, abrindo o placar da partida. 


2º Gol do Fortaleza - 20 minutos do segundo tempo



O segundo gol começa com Anselmo recebendo a bola e o atacante tem uma visão que Felipe está passando pela direita em velocidade. Com isso, toca para uma área livre para o lateral chegar. Um pouco mais atrás, Pio, o autor do gol, já sai em velocidade deixando dois marcadores para trás que não o acompanha. 


Felipe recebe a bola de Anselmo, corre em direção direta para a área e deixa o marcador 1 para trás. Pio já aparece livre, pois o marcador 2 não o acompanhou. Na imagem os dois times estão disputando com a mesma quantidade de jogadores: 3 contra 3.  



Felipe espera e avista Pio chegando novamente livre. Ou chutava para o gol, como fez, ou tocava para Anselmo para finalizar. Os marcadores 1 e 2 estão muito longe da jogada e 3 e 4 estão atrasados na recomposição. Pio resolve mandar uma bomba e ampliar a partida. 

O contra-ataque do Flamengo



Quando o time carioca ia ao ataque, o Fortaleza fazia um esquema tático muito bem montado por Marquinhos Santos. Observa-se que todos os jogadores marcavam um adversário ou dois do Flamengo. Um jogador (2) do Leão ficava na sobra.