O campeonato agora é outro. ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

O campeonato agora é outro.

Postado por Bora Leão às 12:43:00 sexta-feira, 23 de setembro de 2016
Foto: Facebook Edimar
Em 2015, líder isolado e classificado antecipadamente, o Fortaleza pegou um final de tabela dos últimos 4 jogos tranquila. Neste ano, o Fortaleza não tinha um atacante de referência e sofria com os gols perdidos de Lúcio Maranhão. O técnico Chamusca, na boa com a torcida depois de quebrar um jejum no Estadual, venceu de forma épica o principal rival e levou o título tão desejado, tinha o total apoio de todos. O adversário no mata-mata, Brasil de Pelotas, uma equipe de pouca expressão, parece anunciar a tão desejada festa do acesso. Mas, apesar de estatísticas favoráveis e um clima de confiança, sabemos bem que não foi isso o que aconteceu.

Já neste ano, com uma liderança com os mesmos pontos do segundo colocado, o Leão decidiu sua classificação na penúltima rodada. Se compararmos as tabelas, do ano passado com a deste ano, o Leão parece ter regredido, mas as atuações da atual equipe têm sido melhores, defensivamente e ofensivamente. Lógico que em alguns jogos houve certa apatia, mas foram poucos os sustos. Porém, um balde de água fria deixou os torcedores apreensivos, á beira do mata-mata o técnico Marquinhos, considerado uma revelação nacional, pede demissão para assumir o Figueirense, equipe da série A. Pra aumentar o suspense, o adversário deste ano é um time de tradição do Sul e superior ao BR Pelotas do ano passado, o Juventude. O cenário parece nublado para o Tricolor.

Porém, atualmente, além de um homem-gol, o Leão conta com homens supressa, tanto jogadores de armação quanto os da defesa costumam chegar no front adversário e marcar gols. O artilheiro é Daniel Sobralense com 8 gols. O atacante de ofício, Anselmo, tem 7 gols feitos e é um dos artilheiros de todas as séries juntas. O Fortaleza já apresentou um futebol que chamou a atenção da mídia, resultando nas baixas do talentoso Jean Mota (Santos) e Dudu Cearense (Botafogo). Se portou bem no seu primeiro mata-mata do ano contra o Flamengo e depois contra América-MG, ambos da série A.

A diretoria agiu rápido e contratou o técnico Hemerson Maria, que no seu currículo tem o título nacional da série B pelo Joinville, com acesso à elite do futebol em 2014. Agora, a missão é dos jogadores dentro de campo, pois são meses atuando juntos e com o entrosamento afinado. Cabe ao novo comandante agora, manter e liderar a equipe para a sua superação. É importante também, a liderança de Lima e Corrêa para a união da equipe, além das boas atuações de Rodrigo Andrade que tem sido decisivo.

Números podem dizer alguma coisa, mas o mata-mata da série C é outro campeonato e o time precisa agora do total apoio da torcida. O último campeão da competição, por exemplo, se classificou em terceiro lugar do seu grupo. Os times estão muito nivelados e o acesso virá nos detalhes! Portanto, a torcida precisa mais uma vez comparecer fisicamente e espiritualmente nas boas energias. A equipe tem que lutar até o fim! Avante meu Tricolor de Aço!

Texto feito pelo torcedor Henrique Lima
Estudante de Pedagogia.