Pós-jogo: Juventude 0 x 0 Fortaleza. ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Pós-jogo: Juventude 0 x 0 Fortaleza.

Postado por Unknown às 08:13:00 terça-feira, 4 de outubro de 2016

O tão esperado mata-mata começou para o Fortaleza e, em seu primeiro capítulo, o Leão empatou com o Juventude em Caxias. Em um jogo com muitos erros de arbitragem, principalmente com os bandeiras, o Juventude, por jogar em casa, começou pressionando o time do tricolor.

Já o Fortaleza optou por recuar o time e jogar no contra-ataque. Depois dos 20 minutos de jogo, a partida se tornou equilibrada, mas o Jaconero ainda chegava com mais perigo que o Tricolor do Pici. Romarinho, ex-jogador do Fortaleza, era uma das principais armas do time Gaúcho e, com boas infiltrações pelo lado esquerdo, assustava a meta do Leão. Logo nos primeiros minutos, o Juventude já teria um gol anulado após o jogador tocar a bola com a mão e colocá-la para o fundo da rede. 

O Fortaleza não chegava com muito perigo, mas quando chegou, o bandeira marcou impedimento de Daniel Sobralense, que não estava, e impediu que o Leão abrisse o placar. Pois bem, esse erro custou muito caro para o Fortaleza, mas não seria o único erro dos auxiliares na partida. Ao todo foram 7 erros de marcação de impedimento para ambos os lados. 

E o primeiro tempo se desenrolava com o mesmo script. Tem que se destacar a ótima marcação do time do Juventude que conseguiu neutralizar o meio campo tricolor. O jogador Bruninho estava de marcação colada no Corrêa e não deixava o jogador leonino pensar com a bola dos pés, com isso, tome chutão para frente. Veio o segundo tempo. A pressão já não era mais a mesma. O Fortaleza começava a ensaiar algumas jogadas. Em uma dessas jogadas, Simões acha Anselmo, mas o bandeira marca outro impedimento equivocado. 

O Juventude já começava a trocar seus jogadores, mas não surtiu muito efeito. Já o Hemerson Maria colocou Pio e Leandro Lima nos lugares de Daniel Sobralense e Rodrigo Andrade. A partir daí, o Fortaleza criou um pouco mais de dinâmica e conseguia chegar com mais “facilidade” na defesa jaconera. Depois disso, o segundo tempo começava a repetir a história do primeiro e as duas equipes começaram a se prevenir, pois levar um gol naquela altura seria um desastre. Fim de jogo.

Fortaleza, mais uma vez, só depende de si.

Pois bem, uma enxurrada de comentários “negativos”, “pessimistas” começava a entoar nos grupos de WhatsApp e nas redes sociais. A torcida esperava um Fortaleza mais ofensivo que buscasse, ao menos, fazer um gol fora de casa. Mas não deu. Há quem diga que o Leão repete os mesmos roteiros dos mata-matas passados. 

É bem verdade que dava pro Fortaleza ter buscado um melhor resultado, mas preferiu fechar a casinha e buscar jogo quando fosse possível. Tenho de concordar que o roteiro de repete, mas o final será diferente. Veja bem, a diferença desse ano para os anteriores é que o Leão já passou por situações parecidas nesse ano. Falo de mata-mata. Esse time conseguiu desbancar Flamengo e América-MG em dois jogos. No último, conseguiu até reverter um placar negativo, já que perdera para o time mineiro por 1 a 0, na primeira partida em Minas. 

Então, não há muito segredo. O Fortaleza deve buscar o gol logo de início e tentar administrar o placar, ou buscar jogar o contra-ataque, deixar com que o Juventude saia da defesa e, com isso, deixe espaços na retaguarda. A torcida tem que estar confiante. Agora não é hora de se lamentar que poderia ter saído com resultado melhor, enfim, temos que pensar no jogo de domingo, somente. Vá ao estádio, apoie esse time, lembrem-se que esse jogo representa os sete anos de Série C. Nós vamos sair dessa. Eu creio.  

Ficha técnica

Estádio: Alfredo Jaconi - Caxias do Sul (RS)
Data/Hora: 03/10/2016 - 19:15h.
ArbitragemRicardo Marques Ribeiro - MG
Sidmar dos Santos Meurer - MG
Marcus Vinicius Gomes - MG





Escalações


JuventudeElias; Vidal, Micael, Ruan e Pará; Vacaria (Caion), Bruninho (Sananduva), Romarinho (Felipe Lima), Wallacer e Roberson; Hugo.
Técnico: Antônio Carlos Zago

Fortaleza: Ricardo Berna; Felipe, Lima, Edimar e Willian Simões (Bruno Melo);
Corrêa, Juliano, Rodrigo Andrade (Pio), Daniel Sobralense (Leandro Lima) e Éverton;
Anselmo.
Técnico: Hemerson Maria

Cartões AmarelosJuventude-RS: Vacaria(supenso), Elias
Fortaleza-CE: Corrêa