Diferente da última temporada, atletas vindos do Sul são maioria no Tricolor ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Diferente da última temporada, atletas vindos do Sul são maioria no Tricolor

Postado por Paulo Rodrigo às 12:34:00 quarta-feira, 28 de dezembro de 2016
(Foto: Reprodução)
No final de 2015, quando se preparava para a última temporada, os dez primeiros contratados do Leão eram, em sua maioria, oriundos de clubes nordestinos. Para 2017, tudo mudou. Desde a região predominante, que agora é a região Sul, até as posições mais requisitadas. Enquanto no último ano o Fortaleza deu preferência a jogadores ofensivos, na atual gerência de futebol o clube tem acertado com mais jogadores defensivos. Confira:

Temporada 2016

Valdir, lateral direito, Mogi Mirim (Sudeste)
Guto, volante, Botafogo/PB (Nordeste)
Eduardo, atacante, River/PI (Nordeste)
Hudson, atacante, Grêmio Osasco (Sudeste)
Clebinho, atacante, CRB (Nordeste)
Juninho, atacante, Atlético/GO (Centro-oeste)
Núbio Flávio, atacante, Atlético/PR (Sul)
Edimar, zagueiro, Sampaio Corrêa (Nordeste)
Leonardo Luiz, zagueiro, ABC (Nordeste)
Anselmo, atacante, Macaé (Sudeste)

Temporada 2017

Marcelo Boeck, goleiro, Chapecoense (Sul)
Matheus, goleiro, Ponte Preta (Sudeste)
Ligger, zagueiro, Joinville (Sul)
Heitor, zagueiro, Kiryat (Israel)
Gabriel Silva, zagueiro, Barra/SC (Sul)
Gáston, volante, Náutico (Nordeste)
Allan Vieira, volante, Santa Cruz (Nordeste)
Jefferson, volante, Figueirense (Sul)
Juninho Potiguar, atacante, Sheriff (Moldávia)
Lúcio Flávio, atacante, Paraná (Sul)

A explicação pode estar na contratação do gerente de futebol César Sampaio. O ex-defensor vinha fazendo sua carreira administrativa no eixo sul/sudeste. Antes de chegar ao futebol nordestino, nessa que é sua primeira passagem, César já comandou o futebol de clubes como Palmeiras e Joinville. O maior grau de proximidade com gestores de carreira, técnicos e até mesmo o contato direto com atletas dessas regiões, é um apontador para tal preferência.

Do ponto de vista profissional, é uma mudança importante no departamento de futebol do clube. Ou seja, o Fortaleza está apostando numa nova forma de avaliar e contratar os atletas para compor seu novo elenco, buscando por opções mais distantes, inclusive fora do país - fato que também não ocorreu em suas primeiras contratações do ano anterior.