Em busca de tranquilidade Fortaleza antecipa viagem; Especialistas comentam ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Em busca de tranquilidade Fortaleza antecipa viagem; Especialistas comentam

Postado por Unknown às 19:27:00 quinta-feira, 21 de setembro de 2017
Elenco já iniciou os treinamentos em solo paulista. (Foto: Fábio Marques / Ascom)


No último sábado (16), o Fortaleza deu um importante passo rumo a segunda divisão do campeonato brasileiro: venceu o Tupi/MG por 2 a 0. É bem verdade que a vitória poderia ter sido melhor, mas o importante é o resultado positivo. A próxima etapa para o acesso é o segundo jogo em Juiz de Fora, que é considerado o jogo mais importante do ano para os tricolores.


Visando esse confronto, diretoria e comissão técnica decidiram antecipar a viagem para o sudeste, querendo evitar o clima de “oba oba” que já está instaurado em boa parte da torcida leonina. Sem divulgar o horário, o elenco embarcou para São Paulo, na tarde de terça (19), sem muito alarde. Os treinos estão sendo de portões fechados no CT do Palmeiras, pois as diretorias têm um bom relacionamento, mas o último treino, que ocorrerá amanhã (22), já será em solo mineiro.


Essa estratégia nos faz relembrar mais recentemente, o ano de 2015, quando o Fortaleza usou a mesma tática para enfrentar o Brasil de Pelotas, mas acabou não obtendo sucesso. Para o jornalista Mário Kempes, a torcida não deve se apegar a isso: “A questão de trazer impacto positivo ou negativo vai estar sempre aliado ao resultado da partida. Se ganhar, valeu a pena, se perder, foi um equívoco. Não é porque em Pelotas não deu certo que agora não vai dar. Eu creio que são estratégias da comissão técnica. Zago é um profissional muito inteligente e muito vivido no meio. Seria injusto da minha parte acreditar que uma medida dessas foi tomada apenas para "indignar" torcida e imprensa. Creio que o resultado do primeiro jogo contribuiu para o isolamento”.


Kempes concorda que a empolgação da torcida é bem visível e pode acabar afetando os atletas, mas discorda quanto ao modo de embarque da equipe para o sudeste: “Há um clima de euforia muito grande e isso não pode chegar aos jogadores. Só acho que erraram na dose. Poderiam ter se despedido dos torcedores no Aeroporto. E o Zago deveria ter conversado com a imprensa antes da viagem. Espero que no treino de sexta em Juiz de Fora ele conceda entrevista. No restante, acho que foi algo necessário”.  


Por outro lado, nos lembramos também de 2002, quando o elenco que subiu pra Série A, também se utilizou dessa estratégia. Erandir estava naquele grupo e concorda com a decisão da diretoria atual: “Em 2002 a gente viveu uma situação muito semelhante e acabamos conquistando os nossos objetivos. O momento hoje é outro, existe uma pressão muito grande em cima dos atletas, muitas críticas e acaba chegando um determinado momento em que os atletas acabam pedindo isso”.


Outra questão levantada pelo ex-jogador tricolor foi a confiança que a diretoria passou para os atletas: “Conversando com o presidente, eu noto que a diretoria vem fazendo a coisa certa, inclusive na questão do ônibus com a foto dos atletas, pois até então o grupo não tinha conquistado bons resultados, e com essa ação do ônibus, a diretoria mostrou pra eles que confia no acesso”.


João Vitor Paiva
Instagram: jvpaiva77