A temporada ainda não acabou, mas já podemos pensar em 2018 ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

terça-feira, 24 de outubro de 2017

A temporada ainda não acabou, mas já podemos pensar em 2018

Postado por Paulo Rodrigo às 14:53:00 terça-feira, 24 de outubro de 2017
Foto: Reprodução
A temporada 2017 vai chegando ao fim, mas no Fortaleza, não haverá muito tempo para ficar parado. Isto porque, após completar 99 anos de existência, no último dia 18, iniciam-se agora os preparativos para o ano do centenário. E com um acréscimo: uma Série B para disputar. E agora, o que esperar? Planejamento, organização e profissionalismo são pontos fundamentais pra um 2018 vencedor.

Um grupo qualificado

Não queremos, com isso, desmerecer àqueles que nos levaram à segunda divisão. Muito pelo contrário, pois somos mais do que gratos. A crítica é outra. A montagem de um elenco requer critério. Muito para acertar nos nomes sondados, mas também por um motivo essencial: contar com os jogadores desse grupo por toda a temporada. Um clube vencedor e sério, deve ter em seu plantel atletas que disputem, em bom nível, todas as competições importantes do calendário.

Isso pode influenciar na confiança do torcedor, amadurecimento do grupo em busca do mesmo objetivo e, claro, o bom e velho entrosamento dentro das quatro linhas. E claro que, em algum momento, pode-se fazer necessário a contratação de um reforço. Porém, mudar/deixar ir embora metade de um elenco no decorrer da temporada pode ser perigoso. Vimos isso ainda em 2017.

O centenário não é tudo

Sabemos que por se tratar de um período festivo para a instituição Fortaleza Esporte Clube, muitos acontecimentos poderão deixar o ano ainda mais recheado. Mas é preciso cautela. Um centenário bom deve ser aquele de conquistas. Nada melhor que, além de comemorar os 100 anos de existência, ter outros vários motivos para festejar ao final da temporada. Para isso, menos oba-oba e mais acertos e compromisso.

Caneta nas mãos certas

Nada do que foi citado acima será possível se este item não for seguido de forma correta. A pessoa responsável por escolher quem vai e quem fica deve, acima de tudo, estar ciente de sua missão, livre de interesses pessoais ou de terceiros. Além disso, é fundamental contar com um profissional atualizado, conhecedor do grupo atual, de bons nomes disponíveis no mercado e, principalmente, das finanças do clube. 

Neste período, muitas especulações devem surgir, contratos chegarão ao fim ou serão renovados etc. Saber controlar a situação é muito importante no termômetro que envolve torcedores e imprensa. 

E aí, torcedor, você tem algo a acrescentar? Deixe sua opinião nos comentários.