O que está acontecendo Fortaleza? ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

quinta-feira, 15 de março de 2018

O que está acontecendo Fortaleza?

Postado por Luca Laprovitera às 00:01:00 quinta-feira, 15 de março de 2018
(Foto: Fortaleza/Divulgação)
O Fortaleza termina sua 13ª partida na temporada contra o Floresta com sua 3ª derrota, em Horizonte. Em mais uma atuação apagada, o Tricolor de Aço que dez dias atrás fazia uma atuação de altíssimo nível técnico no Clássico Rei, hoje faz outra exibição muito abaixo do esperado e consegue terminar a rodada como vice-líder com um jogo a mais do líder, o pequeno Floresta, recheado de garotos de categoria de base, podendo perder a posição para o rival Ceará que com um jogo a menos, pode passar, mesmo jogando a competição com o time reserva.

2018 começou com muita animação, depois de nove anos iríamos jogar uma Série B, Rogério Ceni, um grande nome do futebol anunciado como novo treinador, aumento de sócios, centenário, boas contratações, vitórias nos amistosos, o time viveu alguns altos e baixos no estadual, mas mostrava bom desempenho, boas alternativas, jogava para cima, mas o romance parece ter acabado.

O ápice veio no Clássico, atuação muito boa, grande jogo dos dois goleiros, mas um problema já falado desde o início da temporada pesou, o time cansou e levou o empate no fim da partida. Nos dois jogos seguintes, o pior futebol da temporada. Contra o Uniclinic, atuação horrível, gol solitário de Tinga e o pensamento "jogo ruim, na próxima melhora". Pois contra o Floresta piorou, o time não criou, Rogério que começou o ano pensando como Guardiola, viu seu time atuar como se fosse de Mourinho.

Ligação direta, laterais sem avançar, falta de criatividade no meio, a equipe vive unicamente de Gustavo que já não marca à dois jogos e do jogo aéreo. Osvaldo foi o único lapso de qualidade técnica, porém pouco efetivo, uma andorinha só não faz verão. O time que deveria evoluir durante a competição conseguiu o improvável, regrediu, isso a menos de um mês da Série B, isso em uma fase decisiva do estadual.

Das três principais contratações da equipe para 2018, nenhuma até agora rendeu. O argentino Germán Pacheco mal jogou e já foi embora, Alan Mineiro depois de nove partidas ainda parece estar acima do peso, não fez gols, não deu assistências e as faltas que tanto chamavam atenção por parar na trave, agora nem mais isso, pouco influiu hoje e nas partidas anteriores. Alípio foi titular, não se firmou, saiu vaiado, não tem um pingo de confiança do torcedor. Os dois que sobraram ainda podem render, hoje pela primeira vez jogaram 10 minutos juntos, mesmo que sem sucesso, no abafa, no desespero, a dupla que fez tanto sucesso junta no ano passado, no Fortaleza nunca estão juntos em campo.

Está tudo aberto, o time não é ruim, mas precisa de peças. Rogério não é um treinador ruim, mas precisa definir o que quer. A torcida não está contra, mas precisa de confiança, tão abalada por sofríveis anos de Série C. O próximo jogo será em 7 dias, mais do que o suficiente para treinar, pensar e dar a volta por cima. Contratações até sexta, também são bem-vindas. Como disse o tricolor Fernando Elpídio em seu twitter: "Fortaleza não é ruim, está ruim!" - ou seja, dá para melhorar, material tem. 

Por Luca Laprovitera