A queda de rendimento demonstrada em números ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

terça-feira, 10 de julho de 2018

A queda de rendimento demonstrada em números

Postado por Ricatdo Tavares jor90 às 08:41:00 terça-feira, 10 de julho de 2018
                              
                 Foto: FCO Fontenele/O Povo


Apesar de manter a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, o Fortaleza atravessa um momento de oscilação dentro da competição. Depois de passar nove rodadas invicto, o tricolor de aço vem de três derrotas no últimos cinco jogos.

 Para o técnico Rogério Ceni a explicação é simples. Durante o torneio, o leão perdeu seus principais jogadores, seja por negociações ou lesões, e ainda não conseguiu uma reposição a altura. Osvaldo e Edinho, negociados com o Buriram United/TAI é Atlético-MG, respectivamente, aliados ao artilheiro Gustavo, lesionado no antebraço e que ficará por um bom período fora, foram responsáveis por mais de de 50% dos gols da equipe enquanto atuaram juntos. Aí partir do momento em que o trio foi desfeito, o ataque do tricolor de aço desmoronou.

Vamos aos números e aos fatos. Negociado com o futebol Tailandês antes mesmo de acertar com o Fortaleza, o atacante Osvaldo se despediu do tricolor na quinta rodada na vitória contra o Goiás. Naquele dia, o tricolor de aço chegava a sua quarta vitória no torneio, com 11 gols feitos e três gols levados.

Depois da saída de Osvaldo, o leão conseguiu três vitórias importantes contra Figueirense (3x1), Criciúma (2x0) e Sampaio Corrêa (1x0).

Parecia que o time não sentiria a falta de Osvaldo. Porém, a derrota para o São Bento/SP e a queda da invencibilidade, demonstraram que o Fortaleza nessitava de reforços. Nos últimos seis jogos, três derrotas, duas vitórias e um empate. O time que tinha mais de 90% de aproveitamento na competição, somou sete pontos de 18 disputados.

O melhor ataque do campeonato no início da Série B, marcou apenas cinco gols. Pela primeira vez no campeonato, o Fortaleza não balançou as redes em dois desses seis jogos.

A saída de Edinho e a contusão de Gustavo, deixaram o Fortaleza sem força no ataque. Perder os principais jogadores é um problema para qualquer clube. A reposição tem que ser feita a altura, para que o tão sonhado acesso a Série A, não fique apenas no imaginário do torcedor.