Fortaleza, eu te amo! ~ Bora Leão
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Fortaleza, eu te amo!

Postado por Luca Laprovitera às 02:56:00 quinta-feira, 18 de outubro de 2018
(Foto: Pedro Chaves)
Fortaleza, 26 de janeiro de 1997. Em uma tarde de domingo, o Fortaleza aplica 7x1 no América, com quatro gols de Sandro Gaúcho Acreditem ou não, já são quase vinte e dois anos dessa partida, a minha primeira como torcedor do Fortaleza.

Foram mais de três anos até o dia 30 de janeiro de 2000, Fortaleza 5x2 no Ferroviário, estreia do goleiro Palmieiri, foi ali que eu como torcedor finalmente pensei: "vamos mudar de patamar". Eu era um garoto de 10 anos, moleque mesmo. Eu não minto, lembro perfeitamente daquele time papapenta: Maizena; Ronald, Denilson, Junior Paulista e Ivan; Dude, Pires, Daniel Frasson e Bechara; Clodoaldo e Vinícius (Eron). 

De lá para cá foram três acessos, dois para a Série A e um para a Série B, foram oito títulos cearenses, duas Taças dos Campeões, tantas vitórias e derrotas, momentos mais afastado e outros tão próximos, mas jamais distante. 

Nesse período tive boas histórias. Saí da arquibancada e fui literalmente para o campo, de torcedor para funcionário. No jogo do acesso para a Série B, em Juiz de Fora, coloquei uma câmera no pescoço, me fingi de fotógrafo do clube, tudo para ver mais perto possível a história sendo feita. Lembro como se fossem momentos atrás, do gramado molhada nas minhas costas e do câmera da TV Leão, Paulo Matheus gritando: "CARALHOOO", tínhamos subido.

Foram tantos momentos únicos. Seja na arquibancada, com jornalista ou funcionário, ao longo dos meus 29 anos de idade, o Fortaleza me completa. Me lembro garoto pensando: "quero viver o Centenário", e hoje mesmo longe posso vivê-lo. Obrigado à todos que fizeram isso possível. Obrigado André Maia, Dudu Damasceno, Jorge Mota, Enio Mourão, Evangelista Torquato, Kauê Aguiar, Marcel Pinheiro, Luís Eduardo Girão, Fernando Cysne, Bruno Bayma, Marcelo Paz, Paulo Matheus, Bruno Oliveira, Leonardo Medeiros, Arthur Salgado, Fábio Marques, Ricardo Lima, Orlando Laprovitera Júnior, Orlando Laprovitera, Miguel Laprovitera, Manoel Almeida, Cláudio Sexta, Antônia Porfírio, e tantos, tantos outros, que fizeram esses 100 anos ser possível para mim, para esse clube e tantos outros. Que me faz chorar ao escrever cada linha desse texto, obrigado Fortaleza Esporte Clube, eu te devo minha felicidade e minha razão de ser!

Por Luca Laprovitera