Bora Leão: Ceará
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]
Mostrando postagens com marcador Ceará. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Ceará. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 4 de abril de 2019

Venda de bebidas volta a ser pauta entre torcedores

Postado por Luca Laprovitera às 10:34:00 quinta-feira, 4 de abril de 2019

Será votada na Assembleia a liberação da venda de bebidas alcoólicas nas praças esportivas do estado do Ceará. Aprovada pelas Comissões, falta ser votada no plenário e se aprovada, sancionada pelo governador Camilo Santana. 

Em busca de ampliar o debate, o Bora Leão buscou estudos, conversou com clubes, jornalistas e pessoas ligadas ao esporte para expôr os lados de cada um, as opiniões, os prós e contras de uma possível liberação da venda de bebidas nos estádios alencarinos.

JORNALISTAS
Conversamos com quatro jornalistas sobre suas opiniões acerca da liberação da venda de bebida nos estádios, e apesar de diferentes discursos, a visão é relativamente parecida. O jornalista da Tribuna Band News, Caio Costa, afirmou que a não venda não é determinante para o público nas praças esportivas, mas cita que a proibição criou problemas na entrada dos estádios: "Não vejo como fator determinante pra a presença ou não de público nos estádios, mas acho que o torcedor pode sim tomar a sua cerveja normalmente. Inclusive pode ajudar a evitar o excesso de pessoas entrando no estádio em cima da hora dos jogos", - comentou Caio.

A opinião é compartilhada por André Almeida do jornal O Povo: "Isso também ocasiona muitos problemas na entrada, por que o torcedor fica lá fora até a última hora bebendo até o último minuto de entrar e quando começa o jogo vai querer entrar todo mundo de uma vez. As vezes não existe a logística adequada para receber esse tipo de comportamento e acaba ocasionando problemas na entrada, tumulto, principalmente nos jogos mais lotados. Se o torcedor pudesse chegar mais cedo e ficar lá dentro do estádio comprando sua cerveja, tomando uma lá dentro, ele ficaria até mais tranquilo. Chegaria cedo, se programaria melhor." - comentou André que também citou o caso da venda na Copa do Mundo não ter ocasionado problemas: "É só pegar como exemplo a Copa do Mundo, que se vende bebida no estádio. Por que na Copa do Mundo vende e em outros eventos não pode vender. Eu acho que tem que liberar. É um atrativo a mais pros torcedores, muita gente acaba não indo por que não tem bebida no estádio, o cara quer ficar bebendo, principalmente no final de semana, quer tomar uma cervejinha pra acompanhar o jogo e não pode.". 

Também da Tribuna Band News, Jussiê Cunha não concorda na comparação entre Copa do Mundo e os jogos locais: "Não se pode comparar é com um público de Copa do Mundo, não tem absolutamente nada a ver, o perfil é completamente diferente. Perfil de público é diferente, estrutura do jogo é diferente, logística é diferente, tudo é diferente" - opinou o jornalista. Jussiê também se mostrou contrário à venda, citando a incapacidade dos organizadores de gerirem a situação: "Eu sempre fui muito contrário, sempre fui um defensor da proibição. Sempre fui contrário a venda de bebidas alcóolicas  por que acho que o estado, quem gere futebol, quem administra, não tem capacidade pra incluir ainda mais esse elemento em um ambiente tão tenso que é um estádio de futebol", porém citou que o maior problema é impunidade de quem comete atos de vandalismo e a falta de fiscalização: "Eu sou contra a partir do momento que a gente consiga de fato fiscalizar. Sou contra a venda de bebidas alcóolicas, mas sou contra a proibição, uma vez que nós somos incapazes, não temos nenhuma ferramenta para de fato cumprir a lei." - completou Jussiê.

CLUBES E FEDERAÇÃO

Procurados por meio de suas Assessorias, tanto Ceará quanto Fortaleza nos informaram que iriam esperar o resultado da votação para se pronunciarem. Em novembro do ano passado, em entrevista para o jornal Diário do Nordeste, o presidente alvinegro Robinson de Castro se pronunciou: "O que a gente quer é transformar em uma venda oficial, uma venda formal e não uma venda informal, que é como acontece hoje fora do estádio", enquanto o presidente tricolor Marcelo Paz definiu que a pauta era legislativa e o clube não iria se posicionar.

Na tarde da última quarta-feira (03/04), o vice-presidente do Fortaleza, Marcello Desidério comentou a votação em seu Twitter. O dirigente tricolor falou da problemática da entrada da Arena por conta da bebida nos entornos do estádio: "Regular o que hoje é feito de forma desregrada. Gerando transtornos na hora de acessar ao estádio, vez que o torcedor - no seu sagrado direito consumir uma cerveja gelada - se vê obrigado a ficar fora do estádio ate os últimos minutos que antecedem o início da partida, para só então entrar junto com uma multidão de 14.000 pessoas ao mesmo tempo." - comentou Desidério.


Não é a primeira vez que o mesmo comenta sobre a liberação das bebidas, já se pronunciando na mesma entrevista citada acima no Diário do Nordeste: "A gente entende que o consumo da bebida alcoólica dentro do estádio vai facilitar a acessibilidade do torcedor, porque ele vai chegar antes, vai consumir dentro, não fora do estádio. É uma discussão que está madura para ser feita. Ano que vem vamos ter grandes públicos". 


O presidente da Federação Cearense de Futebol, Mauro Carmélio, também comentou a decisão e usa a Copa do Mundo de 2014 como exemplo: "Nós vemos que a venda de bebida alcoólica é normal. Nós temos um evento da Copa do Mundo onde é vendida e não há nenhum problema. Não se pode associar violência com o jogo dentro do campo", e comentou sobre os limites e regulamentações da possível liberação: "A venda deve ser feita somente durante a partida de futebol, vetando ao fim do jogo, podendo ser feita apenas com obtenção de alvará para realizarem a comercialização. Os consumidores receberão apenas em copos descartáveis, proibindo a utilização de latas e garrafas de vidro, até para proibir arremessos dentro do campo e não prejudicar o clube" - falou o dirigente. 

QUEM É CONTRA

O antigo Secretário de Estado do Esporte no Ceará, Euller Barbosa lançou uma nota e questionou sobre como será feita a fiscalização nos estádios do interior onde o poder público é limitado: "Não é difícil imaginar este cenário sendo potencialmente mais perigoso com a liberação da venda e do consumo de bebidas, também na área interna dos estádios. Isto levando em conta o Castelão, onde tudo é minunciosamente preparado e, ainda assim, enfrenta-se uma carrada de problemas. E quanto aos outros estádios de futebol espalhados pelo Interior? Como o consumo desenfreado de bebidas conviverá com uma realidade bem limitada de infraestrutura e de presença do Poder Público?" - escreveu o ex-Secretário.

O Ministério Público do Estado do Ceará também se posicionou contra. O Coordenador do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudtor), o promotor Edvando França comentou em entrevista ao jornal O Povo que a ausência de violência no estádios se deve à proibição: "Estamos há quase cinco anos sem confusão nos estádios (no Ceará). Vamos repercutir na sociedade. Se aprovado (em plenário), vamos procurar o governador para que ele não sancione". - comentou Edvando.

TORCIDAS ORGANIZADAS

Tentamos contato com a Leões da TUF, mas até o encerramento não conseguimos nenhuma palavra, porém a torcida esteve presente para discutir com outras TO's sobre a aprovação da venda de bebidas na Assembléia na última quarta-feira (03/04). Já a Cearamor, principal organizada do Ceará se posicionou por via de uma nota. Confira a nota completa que cita casos nos estádios do Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte:

Sabe por que somos a favor da comercialização de bebidas alcoólicas nos estádios de futebol?
É pelo simples fato de saber que quem é contra, alega que com o torcedor não ingerindo tal bebida, evitará que esse mesmo se meta em confusões, em conflitos, brigas! Só que essa bebida que é proibida de ser vendida do lado de dentro, tem comercialização livre do lado de fora, ou seja, o torcedor não deixa de consumir! É simples!
Será que vão querer também proibir o torcedor de beber do lado de fora? Vão querer mesmo afastar cada vez mais o torcedor dos estádios? Esse é o tal futebol moderno que querem implantar?
Dizer que a bebida alcoólica tem ligação direta com a violência, é no mínimo imoral, é querer ludibriar a sociedade, pois com o livre consumo aos arredores dos estádios, o número de ocorrências de brigas é zero na parte de dentro das arenas.
Temos o estado do Rio de Janeiro, que tem comércio dentro do estádio do Maracanã, e com trabalho de prevenção do GEPE (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios), tem níveis baixíssimos de atos violentos dentro e nas redondezas do estádio, também como exemplo, temos nosso vizinho, o estado do Rio Grande do Norte, que tem o estádio Frasqueirão, do ABC, que também tem a venda de bebidas livre em seu interior, e o índice de violência é zero!
O problema de segurança pública existe, e isso sim é que tem que ser combatido, nossa diretoria tem total diálogo com as autoridades competentes para fazer um trabalho de prevenção, e assim estamos freando os confrontos estre às torcidas, algo que não tem ligação nenhuma com a venda de bebidas no estádio!
Se nossos governantes estiverem mesmo preocupados com o bem estar do torcedor, se preocupem em colocar mais linhas de ônibus após os jogos, se preocupem em colocar mais policiamento nas ruas, falsos torcedores se aproveitam de tal oportunidade para fazer pequenos furtos no entorno dos estádios, esse tipo de ação é comum, e nenhum deles parece ter ingerido alguma bebida alcoólica!
Com a comercialização na parte interior das arenas, diversos empregos diretos e indiretos serão criados, sem contar a vantagem de o torcedor poder escolher em consumir sua bebida dentro ou fora do estádio, fazendo assim, com que aquela grande aglomeração nos portões de acesso ao estádio se forme momentos antes do início das partidas, enfim, o bom senso deve prevalecer, e esperamos que logo após a votação na assembleia legislativa do nosso estado, o nosso governador Camilo Santana possa ver essa ação com bons olhos e sancionar a lei!
Deixem o torcedor se divertir, deem a oportunidade dele se sentir um pouco melhor na sétima cidade mais perigosa do mundo, proibir bebida alcoólica dentro de um estádio de futebol, não vai melhorar em nada esta triste realidade!

BEBIDA GERA MAIOR VIOLÊNCIA NOS ESTÁDIOS?

Em 2014, quando ainda era proibida a venda de bebida nos estádios em praticamente todo território nacional, o jornal O Globo noticiou pesquisa que o Brasil era o recordista de mortes em estádios de futebol. De acordo com a pesquisa, foram 71 mortes entre 2012 e 2014, sendo 23 em 2012, 30 em 2013 e 18 em 2014, mas de acordo com o pesquisador Eduardo Murad, apesar da queda nos números, o requinte de violência aumentava: "Embora tenha havido 18 mortes, menos que em 2012 e 2013 (quando houve 23 e 30, respectivamente), constatou-se requinte de violência em alguns casos. O mais agudo foi o do arremesso de dois vasos sanitários, no Estádio do Arruda, por torcedores do Santa Cruz sobre rivais do Paraná Clube" - comentou o pesquisador na época.

Em maio do ano passado, um grupo de pós-graduados da Universidade Federal de Pernambuco efetuou uma pesquisa a dizer que a proibição da venda de bebidas nos estádios não diminuiu a violência nas praças esportivas, sendo compartilhada pelo Jornal do Commercio. Um dos pesquisadores, Jadielson Moura argumentou que o horário do jogo influencia mais na violência: "Percebemos que o horário das partidas também influenciam na tensão do jogo. Quanto mais tarde, maior o número de ocorrências." - comentou o pesquisador. 

E você, torcedor? Concorda com qual lado? 

Por Luca Laprovitera e Ricardo Tavares

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Clássico Rei - 100 anos de história

Postado por Luca Laprovitera às 19:32:00 segunda-feira, 17 de dezembro de 2018
Clássico Rei disputado em 2000 (Foto: José Leomar)
100 anos de história. É essa a idade do maior do mundo para mim e para outros quase 50 milhões de apaixonados. Clássico esse tão apaixonante que divide estado, capital, colégios e famílias. De um lado um clube de cores simples, preto e branco. Do outro um clube que prefere cores mais vivas, chamativas, do vermelho, azul e branco.

Clássico que começou polêmico e decisivo, o primeiro foi logo uma final. De lá para cá ele decidiu diversos outros títulos, entre estaduais e turnos. No alto dos meus 29 anos, vi poucos clássico frente a essa história centenária, mas o suficiente para capítulos lindos e tristes de minha vida. Lembro-me criança do gol de Mário César no último minuto de prorrogação, frustrando aquele menino de 8 anos de comemorar seu primeiro título, impossibilitando de imortalizarmos ainda mais com todo mérito a dupla Sandro e Frank.

De lado um lado sofri com Sérgio Alves, mas vi o deles sofrer com Clodoaldo. Fui as lágrimas quando ouvi dos berros de Júlio Salles a bola de Daniel Frasson vencendo Jéfferson, era o fim da agonia, éramos campeões de 2000.

David Madrigal e seu caso não me desce, quanto para eles 2004 tem que ter final. Rinaldo e seus 4 gols, para uma vingança crua nas mãos de Adilson. Douglas e o impossível em 2009, Paulo Isidoro de garotinho nada tinha, e Fabiano para sempre tetra no Castelão.

O pênalti contestável de 2012, no PV. Luís Carlos parando todos em 2014, e Cassiano imortal quando tudo parecia perdido em 2015. Em 2018, eles venceram, de Centernada, levamos a taça da Série B para casa. Foram tantas histórias, tanta rivalidade, mas também tantas partilhas. Partilhamos também estado, cidade, colégio, famílias e amigos, partilhamos ídolos e conquistas, até que literalmente, 1992 que o diga. Partilhamos o amor por nossos clubes e por nossa terra.

Falo mal do meu rival sempre que posso, mas quem é de fora não pode dizer, falo mal eu que sou rival dele e não você. 100 de Clássico Rei, que alegria, esse é apenas mais um capítulo de um livro que espero eu, que nunca tenha fim.

E como não podia faltar brincadeira, deixo com vocês para mim a conquista mais gostosa do Fortaleza sobre o Ceará. Na voz de Júlio Salles e com imagem da TV Diário, o primeiro papa-penta que você nunca esquecerá.


Por Luca Laprovitera 

sábado, 7 de abril de 2018

PRÉ-JOGO: FORTALEZA X CEARÁ (CAMPEONATO CEARENSE)

Postado por Luca Laprovitera às 23:45:00 sábado, 7 de abril de 2018

Chegou o grande dia, é hora de conhecer quem será o campeão cearense de 2018. Fortaleza e Ceará se enfrentam às 16 horas deste domingo (08), na Arena Castelão, para decidir quem levanta o troféu Dr. Mário Henrique. Com a vantagem por ter vencido a primeira partida por 2x1 o Ceará precisa apenas do empate para ser bicampeão. O Fortaleza que busca levantar o título no seu centenário precisa apenas de uma vitória por qualquer resultado.


Torcida tricolor lotou o Pici.
(Foto: Divulgação)
A torcida tricolor lotou o Pici para acompanhar o último treino da equipe antes da grande decisão. O goleiro e capitão Marcelo Boeck que perdeu os dois últimos jogos deu voltas no gramado e fez treino leve, mas deve estar a disposição para a final. A equipe contou com o retorno do zagueiro Adalberto e do meia-atacante Edinho que participaram de toda a atividade.

O volante Jean Patrick treinou com o grupo e deve ir ao jogo, mas deverá começar no banco. O lateral-esquerdo Leonan ainda é dúvida, apenas deu voltas no gramado. O zagueiro Roger Carvalho e o volante Anderson Uchôa não treinaram e devem estar fora do jogo. O outro desfalque é o meia-atacante Wesley suspenso pelo terceiro cartão amarelo na última partida.

Elenco alvinegro alonga antes do treino.
(Foto: CearaSC/Divulgação)
Pelo lado alvinegro, a equipe deste domingo deve ser a mesma que venceu a partida na quarta-feira. O único desfalque deve ser o volante Pedro Ken que ainda se recupera de lesão.

O técnico Marcelo Chamusca também não irá contar com o lateral-direito Renato que pediu rescisão na última sexta-feira e foi liberado pelo clube em comum acordo. 






HISTÓRICO DE CONFRONTOS
ÚLTIMOS 10 CONFRONTOS
Fortaleza 2x2 Ceará (Copa Fares Lopes 2015)
Fortaleza 2x1 Ceará (Campeonato Cearense 2016)
Ceará 1x1 Fortaleza (Campeonato Cearense 2016)
Fortaleza 0x0 Ceará (Copa Fares Lopes 2016)
Fortaleza 1x0 Ceará (Campeonato Cearense 2017)
Fortaleza 1x1 Ceará (Copa Fares Lopes 2017)
Ceará 1x2 Fortaleza (Copa Fares Lopes 2017)
Fortaleza 0x2 Ceará (Campeonato Cearense 2018)
Fortaleza 1x1 Ceará (Campeonato Cearense 2018)
Ceará 2x1 Fortaleza (Campeonato Cearense 2018)

564 jogos (486 oficiais)
172 vitórias do Fortaleza (149 oficiais)
201 empates (178 oficiais)
191 vitórias do Ceará (159 oficiais)

737 gols do Fortaleza (610 oficiais)
774 gols do Ceará (633 oficiais)

ENTRADA DOS SÓCIOS

FICHA TÉCNICA
Local: Arena Castelão, Fortaleza
Data: 08/04/2018
Hora: 16:00
Ingressos: Superior Sul, Superior Central e Inferior Sul (R$ 40,00 - inteira e R$ 20,00 - meia), Especial (R$ 60,00 - inteira e R$ 30,00 - meia) e Premium (R$ 120,00 - inteira e R$ 60,00 - meia)
Árbitro: Rodolpho Toski (PR)
Assistentes: Ivan Bohn (PR) e Eduardo Cruz (MS)
FortalezaMarcelo Boeck; Tinga, Adalberto, Ligger e Bruno Melo; Derley, Felipe e Alan Mineiro; Alípio, Osvaldo e Gustavo. Técnico: Rogério Ceni.
Ceará: Éverson; Pio, Valdo, Luiz Otávio e Ernandes; Richardson, Juninho e Ricardinho; Wescley, Felipe Azevedo e Arthur. Técnico: Marcelo Chamusca

TRANSMISSÃO
TV Verdes Mares: TV Aberta - Canal 10
TV Digital - Canal 33
Claro TV - Canais 24, 406, 456 e 524
Multiplay - Canais 19 e 519
NET - Canais 19 e 519
  Oi TV - Canal 10
Sky - Canal 60
Vivo TV - Canal 206

Esporte Interativo:  Claro TV - Canais 76 e 576
Multiplay - Canais 160 e 600
NET - Canais 576
Oi TV - Canais 169
Sky - Canais 203 e 603
Vivo TV - Canais 57, 469 e 860


TV Diário: Online -> http://tvdiario.verdesmares.com.br/ao-vivo (Clique aqui para acessar)
TV Aberta - Canal 22
TV Digital - Canal 23
Multiplay - Canais 22 e 52
NET - Canais 22 e 522
  Oi TV - Canal 129



Por Luca Laprovitera
Facebook
Twitter
Instagram
Youtube

BOLETIM TRICOLOR - FORTALEZA X CEARÁ

Postado por Luca Laprovitera às 19:11:00
Gustavo celebra com Derley, após seu gol no último Clássico.
(Foto: Pedro Chaves/Canal da Bola)
FORTALEZA X CEARÁ
Jogo de volta da Final do Campeonato Cearense de 2018
Data: 08/04/2018
Local: Arena Castelão
Horário: 16:00
Transmissão: Esporte Interativo, TV Verdes Mares e TV Diário
Árbitro: Rodolpho Toski (PR)
Assistentes: Ivan Bohn (PR) e Eduardo Cruz (MS)
Quarto Árbitro: Wagner Reway (MT)

Campeonato Cearense: Fortaleza e Ceará fazem sua 32ª final como Clássico Rei. O Leão leva ligeira vantagem com 16 títulos à 15. O Tricolor de Aço precisa vencer por qualquer placar para conquistar a taça, o Ceará joga pelo empate por ter vencido por 2x1 a primeira partida.

Histórico de Confrontos: Fortaleza e Ceará se enfrentaram 564 vezes sendo 486 de forma oficial. O Leão venceu 172 confrontos, sendo 149 de forma oficial. Já o clube alvinegro venceu 191 vezes, sendo 159 de forma oficial, tendo mais 201 empates, 178 deles oficiais. O Tricolor de Aço marcou 610 gols oficiais e 737 no geral, enquanto o Ceará fez 633 gols oficiais e 774 no geral.

Último Jogo: A última partida foi pelo jogo de ida da final, na última quarta-feira, com vitória do Ceará por 2x1. Gustavo marcou o gol tricolor e Arthur os dois gols do rival.

Próxima Partida: Depois do jogo contra o Ceará, o Fortaleza volta suas atenções à Série B do Campeonato Brasileiro onde enfrenta o Guarani-SP, sexta-feira (13), às 19:15, na Arena Castelão.

Escalação do Fortaleza na Última Partida: Matheus Inácio; Roger Carvalho, Diego Jussani e Ligger; Tinga, Felipe, Igor Henrique e Bruno Melo; Léo Natel, Osvaldo e Gustavo.

Escalação do Ceará na Última Partida: Everson; Pio, Valdo, Luiz Otávio e Ernandes; Richardson, Juninho e Ricardinho; Felipe Azevedo, Wescley, Felipe Azevedo e Arthur.. 

Destaques do Ceará: Já conhecidos do torcedor, o goleiro Everson, o volante Richardson e médio Ricardinho são os principais atletas e referências da equipe alvinegra. O outro destaque é o centroavante Arthur, artilheiro do time da temporada com 16 gols em 21 jogos.

Conquistas do Adversário: Maior rival do Tricolor de Aço, o Ceará já conquistou 39 títulos estaduais, além de 5 Ligas Metropolitanas, que o clube alvinegro e a FCF consideram Campeonatos Cearenses, apesar de não ter reconhecimento oficial do Fortaleza. A equipe de Porangabussu também tem 12 Torneios Inícios, uma Taça dos Campeões Cearenses conquistada em 2014 sobre o Barbalha, um Torneio Norte-Nordeste conquistado em 1969 sobre o Remo-PA, um Zonal Norte-Nordeste da Taça Brasil em 1964 conquistado sobre o Náutico-PE e uma Copa do Nordeste vencida em 2015 sobre o Bahia-BA. Foi também vice-campeão da Copa do Brasil de 1994, perdendo a final para o Grêmio-RS.

Por Luca Laprovitera 

terça-feira, 3 de abril de 2018

BOLETIM TRICOLOR - CEARÁ X FORTALEZA

Postado por Luca Laprovitera às 15:10:00 terça-feira, 3 de abril de 2018
Osvaldo e Reina disputam bola no último Clássico, terminado em 1x1.
(Foto: Mateus Dantas/O Povo)
CEARÁ X FORTALEZA
Jogo de ida da Final do Campeonato Cearense de 2018
Data: 04/04/2018
Local: Arena Castelão
Horário: 21:45
Transmissão: Esporte Interativo, TV Verdes Mares e TV Diário
Árbitro: Wagner Magalhães (RJ)
Assistentes: Alessandro Rocha (BA) e Danilo Manis (SP)
Quarto Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Campeonato Cearense: Fortaleza e Ceará fazem sua 32ª final como Clássico Rei. O Leão leva ligeira vantagem com 16 títulos à 15. O Tricolor de Aço joga pelos resultados iguais após vencer o Floresta duas vezes por 3x1, enquanto o Ceará venceu o Uniclinic por 6x0 no primeiro jogo, perdeu o segundo por 1x0.

Histórico de Confrontos: Fortaleza e Ceará se enfrentaram 563 vezes sendo 485 de forma oficial. O Leão venceu 172 confrontos, sendo 149 de forma oficial. Já o clube alvinegro venceu 190 vezes, sendo 158 de forma oficial, tendo mais 201 empates, 178 deles oficiais. O Tricolor de Aço marcou 609 gols oficiais e 736 no geral, enquanto o Ceará fez 631 gols oficiais e 772 no geral.

Último Jogo: A última partida foi pela 2ª rodada da Segunda Fase do Campeonato Cearense desse ano. O jogo terminou empatado em 1x1, Gustavo marcou pelo Fortaleza e Arthur pelo Ceará.

Próxima Partida: Depois do jogo de ida nessa quarta-feira, Fortaleza e Ceará voltam a se enfrentar domingo (08), às 16 horas, na Arena Castelão. 

Escalação do Fortaleza na Última Partida: Matheus Inácio; Pablo, Roger Carvalho, Ligger e Bruno Melo; Derley, Felipe; Edinho, Osvaldo e Leonan; Gustavo.

Escalação do Ceará na Última Partida: Everson; Leandro Silva, Patrick, Rafael Pereira e Romário; Naldo, Raul e Leandro Canhoto; Roberto, Douglas Coutinho e Elton. 

Destaques do Ceará: Já conhecidos do torcedor, o goleiro Everson, o volante Richardson e médio Ricardinho são os principais atletas e referências da equipe alvinegra. O outro destaque é o centroavante Arthur, artilheiro do time da temporada com 14 gols em 20 jogos.

Conquistas do Adversário: Maior rival do Tricolor de Aço, o Ceará já conquistou 39 títulos estaduais, além de 5 Ligas Metropolitanas, que o clube alvinegro e a FCF consideram Campeonatos Cearenses, apesar de não ter reconhecimento oficial do Fortaleza. A equipe de Porangabussu também tem 12 Torneios Inícios, uma Taça dos Campeões Cearenses conquistada em 2014 sobre o Barbalha, um Torneio Norte-Nordeste conquistado em 1969 sobre o Remo-PA, um Zonal Norte-Nordeste da Taça Brasil em 1964 conquistado sobre o Náutico-PE e uma Copa do Nordeste vencida em 2015 sobre o Bahia-BA. Foi também vice-campeão da Copa do Brasil de 1994, perdendo a final para o Grêmio-RS.

Por Luca Laprovitera 

domingo, 1 de abril de 2018

Fortaleza jogará a final com vantagem

Postado por Luca Laprovitera às 20:53:00 domingo, 1 de abril de 2018
(Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC)
O Fortaleza terá a vantagem de resultados iguais nas finais do Campeonato Cearense de 2018. O Leão venceu as duas partidas contra o Floresta, ambas por 3x1 e garantiu sua vantagem. O Ceará, o outro finalista venceu o primeiro jogo por 6x0, mas com a derrota por 1x0 para o Uniclinic neste domingo, na Arena Castelão, deu ao Tricolor de Aço a melhor campanha da fase semifinal e a vantagem para a decisão.

O Fortaleza joga então por dois resultados equivalentes, como dois empates. A primeira partida será na quarta-feira (04), às 21:45, na Arena Castelão. Os Setores Premium e Especial ficam com a torcida do Ceará, enquanto a do Fortaleza recebe esses setores na segunda partida no domingo (08), às 16 horas, também na Arena Castelão. Na primeira partida apenas sócios do Ceará terão entrada, os sócios do Fortaleza terão direito a entrada no jogo de domingo.

Por Luca Laprovitera 

sábado, 3 de março de 2018

BOLETIM TRICOLOR - FORTALEZA X CEARÁ

Postado por Luca Laprovitera às 16:51:00 sábado, 3 de março de 2018

FORTALEZA X CEARÁ
2ª rodada da SegundaFase do Campeonato Cearense de 2018
Data: 04/03/2018
Local: Arena Castelão
Horário: 19:00

Transmissão: Esporte Interativo e Verdinha

Árbitro: Jailson Macêdo Freitas (BA)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Bruno Raphael Pires (GO)


Quarto Árbitro: Rodolpho Toski (PR)

Campeonato Cearense: Como apenas Fortaleza e Iguatu jogaram na Segunda Fase, o Leão lidera com 3 pontos. O Ceará estreia nesse domingo.

Histórico de Confrontos: Fortaleza e Ceará se enfrentaram 562 vezes sendo 484 de forma oficial. O Leão venceu 172 confrontos, sendo 149 de forma oficial. Já o clube alvinegro venceu 190 vezes, sendo 158 de forma oficial, tendo mais 200 empates, 177 deles oficiais. O Tricolor de Aço marcou 608 gols oficiais e 735 no geral, enquanto o Ceará fez 630 gols oficiais e 771 no geral.

Último Jogo: A última partida foi pela 6ª rodada da Primeira Fase do Campeonato Cearense desse ano. O Ceará venceu por 2x0 com gols Valdo e Elton. 

Próxima Partida: Depois de enfrentar o Ceará, o Fortaleza enfrenta o Uniclinic na quarta-feira (07), às 21:45, no estádio Domingão, em Horizonte. 

Escalação do Fortaleza na Última Partida: Marcelo Boeck; Roger Carvalho, Diego Jussani e Ligger; Tinga, Pablo, Igor Henrique, Bruno Melo e Alan Mineiro; Edinho e Gustavo.

Escalação do Ceará na Última Partida: Everson; Pio, Valdo, Luiz Otávio e Rafael Carioca; Richardson, Juninho e Wescley; Felipe Azevedo, Andrigo e Elton. 

Destaques do Ceará: Já conhecidos do torcedor, o goleiro Everson, o volante Richardson e médio Ricardinho são os principais atletas e referências da equipe alvinegra. O outro destaque normalmente vem do banco e é o centroavante Arthur, artilheiro do time da temporada com 6 gols em 12 jogos.

Conquistas do Adversário: Maior rival do Tricolor de Aço, o Ceará já conquistou 39 títulos estaduais, além de 5 Ligas Metropolitanas, que o clube alvinegro e a FCF consideram Campeonatos Cearenses, apesar de não ter reconhecimento oficial do Fortaleza. A equipe de Porangabussu também tem 12 Torneios Inícios, uma Taça dos Campeões Cearenses conquistada em 2014 sobre o Barbalha, um Torneio Norte-Nordeste conquistado em 1969 sobre o Remo-PA, um Zonal Norte-Nordeste da Taça Brasil em 1964 conquistado sobre o Náutico-PE e uma Copa do Nordeste vencida em 2015 sobre o Bahia-BA. Foi também vice-campeão da Copa do Brasil de 1994, perdendo a final para o Grêmio-RS.

Por Luca Laprovitera 

domingo, 4 de fevereiro de 2018

BOLETIM TRICOLOR - FORTALEZA X CEARÁ

Postado por Luca Laprovitera às 00:16:00 domingo, 4 de fevereiro de 2018
Vinícius Pacheco comemora seu gol com Jefferson no último
Clássico Rei, em 2017. (Foto: Júlio Caesar/O Povo)
FORTALEZA X CEARÁ
6ª rodada da Primeira Fase do Campeonato Cearense de 2018
Data: 04/01/2018
Local: Arena Castelão
Horário: 18:00
Transmissão: Esporte Interativo e Verdinha


Árbitro: César Magalhães (CE)
Assistentes: Renan Aguiar (CE) e Nailton Oliveira (CE)
Quarto Árbitro: Adriano Barros (CE)

Campeonato Cearense: O Fortaleza é o líder isolado com 12 pontos, tendo quatro vitórias e uma derrota em cinco partidas disputadas. O Ceará é o 5º colocado com 7 pontos, tendo duas vitórias, um empate e duas derrotas nas cinco partidas jogadas.

Histórico de Confrontos: Fortaleza e Ceará se enfrentaram 561 vezes sendo 483 de forma oficial. O Leão venceu 172 confrontos, sendo 149 de forma oficial. Já o clube alvinegro venceu 189 vezes, sendo 157 de forma oficial, tendo mais 200 empates, 177 deles oficiais. O Tricolor de Aço marcou 608 gols oficiais e 735 no geral, enquanto o Ceará fez 628 gols oficiais e 769 no geral.

Último Jogo: A última partida entre as equipes foi pelo jogo de volta das quartas-de-final da Taça Fares Lopes. Depois de empatarem por 1x1 na partida de ida, a vaga foi decidida no segundo jogo. O Leão venceu por 2x1 e foi para as semifinais. Vinícius Pacheco e Paulo Sérgio marcaram para o Fortaleza, enquanto Arthur diminuiu para o Ceará. 

Próxima Partida: Depois de enfrentar o Ceará, o Leão viaja para enfrentar o Guarani de Juazeiro, no próximo sábado (10/02), às 16 horas, no Romeirão, em Juazeiro do Norte. 

Escalação do Fortaleza na Última Partida: Marcelo Boeck; Tinga, Murilo, Ligger e Bruno Melo; Felipe, Pablo e Igor Henrique; Léo Natel, Alípio e Gustavo.

Escalação do Ceará na Última Partida: Everson; Leandro Silva, Bruno Pires, Naldo e Felipe Jonatan; Parrudo, Juninho e Wescley; Roberto, Douglas Coutinho e Luidy.

Destaques do Ceará: Já conhecidos do torcedor, o goleiro Everson, o volante Richardson e médio Ricardinho são os principais atletas e referências da equipe alvinegra. Outro destaque é Andrigo, o meia-atacante vem se destacando pelo lado esquerdo e já marcou 3 gols em 4 partidas, em 2018.

Conquistas do Adversário: Maior rival do Tricolor de Aço, o Ceará já conquistou 39 títulos estaduais, além de 5 Ligas Metropolitanas, que o clube alvinegro e a FCF consideram Campeonatos Cearenses, apesar de não ter reconhecimento oficial do Fortaleza. A equipe de Porangabussu também tem 12 Torneios Inícios, uma Taça dos Campeões Cearenses conquistada em 2014 sobre o Barbalha, um Torneio Norte-Nordeste conquistado em 1969 sobre o Remo-PA, um Zonal Norte-Nordeste da Taça Brasil em 1964 conquistado sobre o Náutico-PE e uma Copa do Nordeste vencida em 2015 sobre o Bahia-BA. Foi também vice-campeão da Copa do Brasil de 1994, perdendo a final para o Grêmio-RS.

Por Luca Laprovitera 

sábado, 3 de fevereiro de 2018

PRÉ-JOGO: FORTALEZA X CEARÁ (CAMPEONATO CEARENSE)

Postado por Luca Laprovitera às 20:48:00 sábado, 3 de fevereiro de 2018
(Foto: Fortaleza/Divulgação)
Fortaleza e Ceará finalmente irão se enfrentar em 2018. Animadas pelo acesso na temporada anterior, as equipes jogam o primeiro Clássico Rei que também completa 100 anos, em 2018. O Leão é líder do Campeonato Cearense com 12 pontos. Já o Vovô é o quinto colocado com 7 pontos.

Elenco aquecendo no CT. (Foto: Fortaleza/Divulgação)

Sem contar com o volante Derley suspenso e o zagueiro Adalberto retornando de contusão, o Leão perdeu de última hora o volante Igor Henrique por conta do falecimento da mãe do atleta. O clube conta com Roger Carvalho que foi relacionado pela primeira vez desde sua chegada ao Fortaleza. Vinte e um jogadores foram relacionados pelo treinador Rogério Ceni.

Os goleiros Marcelo Boeck e Matheus Inácio, os laterais Bruno Melo, Felipe, Leonan e Tinga, os zagueiros Diego Jussani, Ligger e Roger Carvalho, os volantes Anderson Uchôa, Murilo, Pablo e Sérgio, os meias Alan Mineiro, Alípio, Edinho, João Henrique e Wesley, os atacantes Germán Pacheco, Gustavo e Léo Natel vão ao jogo. 

A principal dúvida fica no meio-campo. Com o desfalque de Igor Henrique, João Henrique deve ficar com a vaga, apesar de que Alan Mineiro pode acabar pintando no onze inicial. Na ponta-esquerda também existe uma briga. Com dois gols nos últimos dois jogos, Wesley disputa vaga com Alípio.

Meia Ricardinho será titular nesse domingo.
(Foto: Assessoria Ceará SC)
Depois de jogar com time alternativo na quinta-feira (01), contra o Uniclinic, a equipe alvinegro deve vir com força máxima. 

O zagueiro Luiz Otávio, o lateral Rafael Carioca e os atacantes Andrigo e Élton devem retornar ao time titular após não começarem as duas últimas partidas por cansaço muscular. Com isso Felipe Azevedo deve voltar para a ponta-direita enquanto Élton deve voltar a ser referência no ataque. Na zaga Valdo deve começar jogando, mas Bruno Pires pode aparecer ao lado de Luiz Otávio.

HISTÓRICO DE CONFRONTOS
ÚLTIMOS 10 CONFRONTOS

Fortaleza 2x1 Ceará (Campeonato Cearense 2016)
Ceará 2x2 Fortaleza (Campeonato Cearense 2015)
Ceará 4x1 Fortaleza (Copa Fares Lopes 2015)
Fortaleza 2x2 Ceará (Copa Fares Lopes 2015)
Fortaleza 2x1 Ceará (Campeonato Cearense 2016)
Ceará 1x1 Fortaleza (Campeonato Cearense 2016)
Fortaleza 0x0 Ceará (Copa Fares Lopes 2016)
Fortaleza 1x0 Ceará (Campeonato Cearense 2017)
Fortaleza 1x1 Ceará (Copa Fares Lopes 2017)
Ceará 1x2 Fortaleza (Copa Fares Lopes 2017)

561 jogos (483 oficiais)
172 vitórias do Fortaleza (149 oficiais)
200 empates (177 oficiais)
189 vitórias do Ceará (157 oficiais)

735 gols do Fortaleza (608 oficiais)
769 gols do Ceará (628 oficiais)

ENTRADA DOS SÓCIOS

FICHA TÉCNICA
Local: Arena Castelão, Fortaleza
Data: 31/01/2018
Hora: 19:00
Ingressos: Superior (R$ 40,00 - inteira e R$ 20,00 - meia) Especial (R$ 50,00 - inteira e R$ 25,00 - meia) e Premium (R$ 120,00 - inteira e R$ 60,00 - meia)
Árbitro: César Magalhães (CE)
Assistentes: Renan Aguiar (CE) e Nailton Júnior de Oliveira (CE)
Fortaleza: Marcelo Boeck; Tinga, Diego Jussani, Ligger e Bruno Melo; Felipe, Pablo e João Henrique; Léo Natel, Gustavo e Alípio. Técnico: Rogério Ceni.
Ceará: Everson; Pio, Luiz Otávio, Valdo e Rafael Carioca; Richardson, Pedro Ken e Ricardinho; Felipe Azevedo, Andrigo e Élton. Técnico: Marcelo Chamusca.

TRANSMISSÃO
Esporte Interativo:  Claro TV - Canais 76 e 576
Multiplay - Canais 160 e 600
NET - Canais 576
Oi TV - Canais 169
Sky - Canais 203 e 603
Vivo TV - Canais 57, 469 e 860

Verdinha: Online via Facebook -> https://www.facebook.com/verdinha810/ (Clique aqui para acessar)

Online via Youtube -> https://www.youtube.com/user/verdinha810oficial (Clique aqui para acessar)

CLASSIFICAÇÃO

Por Luca Laprovitera 

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

César Magalhães apita o Clássico Rei

Postado por Luca Laprovitera às 13:54:00 quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Pelo quarto ano seguido, o árbitro Luiz César Oliveira Magalhães apitará um Clássico Rei entre Fortaleza e Ceará pelo Campeonato Cearense. Aos 35 anos, César Magalhães é um dos principais árbitros do estado, tendo apitado seis partidas da Série B em 2017, além de jogos de Goiás e Vasco na Copa do Brasil.

Em 2018, apitou Itabaiana 0x0 Náutico pela Fase Preliminar na Copa do Nordeste. Também comandou duas partidas no Campeonato Cearense desse temporada, Iguatu 1x1 Ferroviário, na rodada inaugural e Tiradentes 3x0 Maranguape, no último domingo. Em três partidas apitadas na temporada, César Magalhães distribuiu 15 cartões amarelos e 3 cartões vermelhos. 

Esse será o 4º Clássico Rei de César, que apitou a vitória alvinegra por 1x0, na Segunda Fase de 2015, com gol de William "Batoré" e distribuindo quatro cartões amarelos, para Corrêa e Pio no Fortaleza, e Samuel Xavier e Sandro Manoel pelo Ceará. Apitou o empate por 1x1 na Segunda Fase, com gols de Anselmo pelo Fortaleza e Assisinho pelo Ceará. Pelo lado tricolor amarelou Moacir, Felipe e Pio, que também foi expulso, e pelo lado alvinegro amarelou Antônio Carlos e Charles.

Seu último Clássico foi o da última temporada, vitória tricolor por 1x0 com gol de Gabriel Pereira. Amarelou Rodrigo Andrade, Anderson Uchôa, Ligger e Gastón Filgueira, que também foi expulso pelo Fortaleza, e Douglas Baggio, Jackson Caucaia e Lelê, que também foi expulso, pelo Ceará. 

César Magalhães tem 35 anos e será auxiliado por Renan Aguiar e Naílton Júnior de Oliveira.

Por Luca Laprovitera 

segunda-feira, 28 de março de 2016

AQUI É RAÇA!

Postado por Luca Laprovitera às 03:09:00 segunda-feira, 28 de março de 2016
Anselmo e Juba tirando uma selfie após o gol de empate
(Foto: FortalezaEC/Divulgação)
Foi difícil, foi nervoso, o tempo não passava, a bola ficava mais pesada, o coração mais acelerado, mas a base da raça e superação o Fortaleza com um a menos conseguiu segurar o Ceará e garantir a primeira posição geral até as semifinais e de quebra ainda complicou o rival na luta pela classificação.

Fiquei nervoso quando Max Oliveira cabeceou no chão, não acreditei quando Bill achou Richardson e vibrei quando Ricardo Berna espalmou. Fernandinho velho conhecido achou em uma falta pela direita o ângulo do gol, mal ele contava na elasticidade de Ricardo Berna, voando como um super-herói e tocando de leve na bola, jogando-a por cima do gol. Quando o chute de Rafael Costa bateu na rede pelo lado de fora, meu estômago ficou vazio, mas o alívio veio em seguida quando vi a bola fora da meta. 

Felipe foi de uma inteligência crucial, fez boa jogada e deixou Jean Mota livre. Sem o famoso 'cacoete' de centroavante e com a perna ruim, parou em cima de Éverson. Aí Bill respondeu, um chute para o meio da área, Moacir não só não conseguiu tirar, como não conseguiu passar por Rafael Costa que fazia corpo para Assisinho, o quase nêmesis do 47, abria o placar, Ceará 1x0! Ao fim do primeiro tempo, parecia que todos faziam sua parte, menos a gente, ficava o sentimento de frustração no ar.

Logo no começo do segundo tempo quando Richardson bateu Wilian Simões na corrida, temi pelo pior, mas Ricardo Berna cresceu por cima do volante alvinegro, mantendo o já ruim resultado. Pio, infantil, estava certo na reclamação, estava errada pela forma, expulso corretamente, deixou ainda mais dramática a situação. Depois teve o de Baraka, outro erro da arbitragem. 

Quando Éverton foi derrubado por Tiago Cametá não acreditei, depois de duas vezes, finalmente marcaram, era pênalti para o Leão. Anselmo, tranquilo, tocou de um lado e o goleiro foi no outro, empatava o Fortaleza, 1x1! Ainda podíamos ter virado, Anselmo ganhou de Charles, parou em Éverson, na mesma jogada Baraka derrubou Wilian Simões, mas se o juiz já tinha dado um, outro era pedir demais. No rebote Éverton acabou chutando para cima.

Ao fim do jogo, o Leão fazia a festa, com um a menos se garantia com a melhor campanha até o fim da Segunda Fase e ainda complica a vida do rival. Agora o Fortaleza enfrenta o Bahia na quarta-feira, na Arena Castelão, às 21:45 e no domingo novamente enfrenta a equipe baiana, às 16 horas, ambas pelas quartas-de-final da Copa do Nordeste. Pelo Campeonato Cearense dois compromissos, o primeiro quarta-feira, dia 6 de Abril, contra o Guarani de Juazeiro, em Juazeiro do Norte, às 21:45 e depois, no domingo, dia 10 de Abril, enfrenta novamente o Guarani de Juazeiro, só que no Castelão, às 16 horas.

Já o Ceará também volta agora as atenções para a Copa do Nordeste. Quarta-feira, às 21:45, enfrenta o Santa Cruz, no Estádio do Arruda, em Recife. Na domingo, às 16 horas, terá a partida do volta contra o Santa Cruz, no Castelão. Pelo estadual, o alvinegro joga apenas no dia 10 de Abril, domingo, quando enfrenta o Uniclinic, no estádio Presidente Vargas.

MELHORES MOMENTOS

JOGO COMPLETO

CLASSIFICAÇÃO

FICHA TÉCNICA

Ceará: Éverson; Tiago Cametá, Charles, Thiago Carvalho e Fernandinho; João Marcos (Serginho), Richardson e Baraka; Rafael Costa, Bill (Emanuel Biancucchi) e Assisinho (Siloé). Téc: Lisca
Fortaleza: Ricardo Berna; Moacir (Leonardo Luiz), Edimar, Max Oliveira e Wilian Simões; Felipe, Pio, Jean Mota, Éverton (Juninho) e Daniel Sobralense; Anselmo (Eduardo). Téc: Marquinhos Santos
Gols: Assisinho aos 39 do 1º tempo (Ceará); Anselmo aos 24 do 2º tempo (Fortaleza)
Cartões Amarelos: Éverton, Charles e Baraka (Ceará); Moacir, Wilian Simões, Felipe e Pio (Fortaleza)
Cartão Vermelho: Pio (Fortaleza)
Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE)
Renda: R$ 326.078,00
Público Pagante: 19.821 pessoas
Público Não-Pagante: 645 pessoas
Público Total: 20.466 pessoas
Competição: Campeonato Cearense 2016
Data: 27/03/2016
Hora: 18:00
Árbitro: César Magalhães (CE)
Assistentes: Nailton Oliveira (CE) e Armando Lopes (CE)

Por Luca Laprovitera
Twitter: @luca laprovitera   
Google+: +Luca Laprovitera 
Facebook: https://www.facebook.com/lucalaprovitera/