Bora Leão: Osvaldo
Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]
Mostrando postagens com marcador Osvaldo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Osvaldo. Mostrar todas as postagens

domingo, 30 de dezembro de 2018

Retrospectiva 2018

Postado por Luca Laprovitera às 20:38:00 domingo, 30 de dezembro de 2018

2018 está chegando ao fim e era difícil imaginar que o ano do centenário, tão esperado, seria inesquecível como foi. Depois de oito longos anos sofrendo no inferno da Série C, o Fortaleza deu a volta por cima retornando a Série A conquistando o maior título da história do nosso estado, o de campeão da Série B.

Decidimos então listar 22 momentos marcantes da temporada que ficará para sempre guardada na mente e no coração de cada tricolor. 

14/11/2017 - Rogério Ceni chegou
O bom do futebol é que as temporadas começam antes do ano em si. Depois de alguns dias de conversa e interesse, o Fortaleza anunciou a contratação de Rogério Ceni como técnico no dia 10 de novembro. Quatro dias depois o treinador chegou na cidade para sua apresentação ao torcedor. A primeira entrevista foi transmitida ao vivo pela TV Leão, em pleno Beach Park Resort, em Aquiraz, onde Rogério ficou hospedado. 

13/12/2017 - Gustavo é contratado

Artilheiro do Brasil em 2018, o centroavante Gustavo foi oficializado no dia 13 de dezembro. Foram 30 gols na temporada e muita alegria veio da cabeça e dos pés do atacante que também foi artilheiro do Campeonato Cearense.

26/12/2017 - Começa a pré-temporada

A pré-temporada começou no dia seguinte ao Natal. Vinte e dois atletas participaram do primeiro treino comandado por Rogério Ceni, no Centro de Treinamento Ribamar Bezerra. Apenas cinco desses atletas não fariam parte do elenco campeão da Série B no fim dessa temporada.

06/01 - Fortaleza 6x0 Juazeiro 

O primeiro teste da equipe foi logo no dia 6 de janeiro, no CT Ribamar Bezerra. O amistoso apenas para imprensa contra o Juazeiro. Vitória tricolor por 6x0 com gols de Vitor Jacaré, Diego Jussani, Gustavo, Germán Pacheco, Paulo Sérgio e Wesley.

13/01 - Gama/DF 0x3 Fortaleza

O primeiro confronto que o torcedor conseguiu assistir mesmo foi o amistoso contra o Gama, no Bezerrão. O Leão não tomou conhecimento e aplicou 3x0 no time candango com gol contra do goleiro Victor Brasil e gols de Gustavo e Paulo Sérgio. O SporTV transmitiu a partida para todo o país.

17/01 - Uniclinic 0x4 Fortaleza

A estreia oficial veio no Campeonato Cearense e com show de Gustavo que marcou os quatro gols da partida. O estádio Presidente Vargas via o prenúncio do que seria uma grande temporada.

04/02 - Fortaleza 0x2 Ceará

Nem tudo foram flores na temporada. O primeiro Clássico Rei não foi bom e o Leão foi derrotado por 2x0, na Arena Castelão. O Fortaleza reclamou bastante da arbitragem, em especial da (injusta) expulsão de Gustavo.

18/02 - Osvaldo é contratado

Na metade de fevereiro o Fortaleza confirmou o retorno do atacante Osvaldo, que retornava ao clube após 9 anos, para atuar por 3 meses. 

01/04 - Floresta 1x3 Fortaleza

Depois de vencer a partida da semifinal de ida por 3x1, o Fortaleza repetiu o placar sobre o Floresta, no Presidente Vargas. O resultado levou o Leão para a final do estadual e classificou o clube para a Copa do Nordeste e para a Copa do Brasil de 2019. Edinho, Felipe e Bruno Melo marcaram os gols do Leão.

08/04 - Fortaleza 1x2 Ceará

O Leão havia perdido a primeira final por 2x1, mas não conseguiu reverter o resultado e perdeu novamente por 2x1 para o arqui-rival na decisão do estadual. Adalberto marcou o gol tricolor já no fim da partida.

13/04 - Fortaleza 2x1 Guarani-SP 

Depois de nove anos, o Fortaleza voltava a atuar uma partida de Série B. A estreia foi sofrida, mas o sorriso no fim da partida é típico da superação tricolor. Tinga marcou o primeiro gol e Gustavo com gol de falta no último lance do jogo deram a vitória para o Leão sobre o Bugre.

12/05 - Fortaleza 3x0 Goiás-GO e Despedida de Osvaldo

A torcida até cantou "Fica, Osvaldo", mas não foi dessa vez. O atacante Osvaldo ajudou bastante com 2 gols e 2 assistências em 14 jogos nessa passagem pelo Leão. Em campo, vitória por 3x0 sobre o Goiás em grande atuação do tricolor. Ligger, Gustavo e Dodô marcaram os gols da vitória.

02/06 - Fortaleza 1x0 Sampaio Corrêa-MA 

Jogo com homenagem para a Seleção Brasileira em forma de mosaico e no uniforme do Fortaleza. Em campo, atuação digna de época de Copa apesar do placar magro. Com gol de Gustavo, o Leão saiu vencedor da partida.

28/07 - Juventude-RS 0x3 Fortaleza

Sem Gustavo lesionado e em má fase, o Fortaleza tinha difícil jogo contra o Juventude, algoz do acesso em 2016. A partida marcava também a estreia do centroavante Ederson que fez bonito dando assistência para gol de Adalberto e marcando o seu. No fimzinho, Getterson definiu o placar, 3x0.

11/08 - Guarani-SP 2x3 Fortaleza

Depois dessa partida, acredito que todo tricolor teve certeza do acesso. Depois de sair perdendo por 2x0 no primeiro tempo, o Leão reagiu no seu melhor estilo, e virou o jogo. Com gols de Felipe, Gustavo e Marcinho aos 48 do 2º tempo dando a vitória ao Tricolor.

18/10 - Dia do Centenário

Festa no Pici, queima de fogos na Praia de Iracema, uma cidade mobilizada na comemoração dos 100 anos do Fortaleza Esporte Clube e muito amor do seu torcedor.

20/10 - Fortaleza 1x0 Paysandu-PA

Maior público do estado no ano (ao lado do jogo contra o Juventude), mais de 57 mil torcedores lotaram a Arena Castelão dois dias após o Centenário. Teve mosaico, teve "Fortaleza Eterno Amor" sendo cantado por todo estádio, teve narração emocionada de Gustavo Villani na SporTV e gol de Gustavo no último minuto de jogo.

03/11 - Atlético-GO 1x2 Fortaleza

Foi no início de novembro que finalmente pudemos comemorar o retorno para a Série A. Com gols de Gustavo e mais uma vez Bruno Melo fazendo gol de acesso. Doze anos depois, o Fortaleza voltava a elite nacional.

10/11 - Avaí-SC 0x1 Fortaleza

Uma semana depois do acesso veio o título da Série B. Rodolfo Bardella em contra-ataque mortal aos 49 do 2º tempo levou a taça para o Pici em plena Ressacada. O Fortaleza finalmente levantava um título nacional.

15/11 - Fortaleza 4x1 Juventude-RS

Assim como contra o Paysandu, o jogo contra o Juventude superou as 57 mil pessoas e as duas partidas dividiram o maior público do ano no estado. Festa da torcida, mosaico exuberante e partida excepcional no Castelão. Dois gols de Gustavo e dois gols de Marlon levaram o torcedor a loucura no jogo que o time levantou a taça da Série B.

23/11 - Coritiba-PR 1x0 Fortaleza

Foi no dia 23 de novembro que terminou oficialmente a temporada do Fortaleza. Apesar da derrota, o Leão fez bom jogo com um time reserva, em Curitiba. 

30/11 - Rogério Ceni renova para 2019

Para terminar 2018, o Leão confirmou a renovação do técnico Rogério Ceni para 2019. E você torcedor? O que espera para o próximo ano?

RETROSPECTIVA 2018 DA TV LEÃO

Por Luca Laprovitera 

domingo, 13 de maio de 2018

Obrigado Osvaldo

Postado por Luca Laprovitera às 02:25:00 domingo, 13 de maio de 2018
Osvaldo em 2008 (em cima) e em 2018 (em baixo) pelo
Fortaleza. (Fotos: O Povo)
Olá, Osvaldo! Não sei se você irá ler esse texto, mas saiba que ele é feito para você. É como se fosse uma carta de agradecimento de uma pessoa que acompanha por tanto tempo e tanto tem orgulho de ti. Sabe, é até irônico que naquele 5 de novembro de 2006, quando você pela primeira vez atuou em uma partida profissional, justamente no Castelão, justamente contra o Goiás e em um placar por 3x0, só que na época infelizmente para eles. 

No dia 12 de maio de 2018, quase doze anos depois, no mesmo palco só que hoje melhorado pelas reformas da Copa, contra o mesmo adversário você se despediu mais uma vez da gente e o 3x0 foi novamente o placar, só que dessa vez te favoreceu, mas as lágrimas foram as mesmas. 

Em 2006, saí do Castelão aos prantos, aquele jogo praticamente nos rebaixava à Série B. Hoje saí sem saber ainda o que você falara para o Caio Ricard na Sportv. Talvez nem chorasse, mas no mínimo ficaria engasgado pela emoção. Osvaldo, te conheci ainda na base, garoto magro, franzino, vi cada passo da sua carreira com orgulho e admiração. Vi sua estreia, seu primeiro jogo como titular contra a Ponte Preta algumas rodadas depois, já no PV com Daniel Frasson substituindo Roberval Davino no comando. 

Acompanhei atentamente os escassos blogs piauienses em 2007, quando você, Teles, Eusébio e Wanderson comandavam o River ao título piauiense com apenas uma derrota em 18 jogos. Você foi eleito o melhor jogador do torneio e fez gol nos dois jogos das finais contra o Barras. Estive no seu primeiro gol pelo Leão, um 2x1 sobre o Paulista de Jundiaí, na penúltima rodada da Série B de 2007, com o Fortaleza comandado por Silas. Você abriu o placar e foi um golaço, Fábio Vidal que jogara no rival empataria no fim do primeiro tempo e Daniel Sobralense, aquele da música do chapéu nos daria a vitória aos 48 do 2º tempo, seria ironia demais se fosse aos 47.

Em 2008, acompanhei atentamente seu desenvolvimento, os gols na final contra o Icasa, as críticas, o pior momento da sua vida e te apoiei mesmo quando a ordem parecia te criticar. Lembro até de um tópico que criei no já finado Orkut, "Oi, Meu Nome é Osvaldo" em referência aos seus dados e números, defendendo que você era um bom jogador, e quem diria, alguns meses depois você mostraria que realmente era. 

Osvaldo, você foi herói para não termos caído em 2008. Fez coisas impossíveis em Natal, Campinas e Bragança Paulista. Depois ganhou seu lugar entre os nossos imortais diante de 50 mil apaixonados contra o Brasiliense no Castelão. Vi seu primeiro último gol contra o Itapipoca, 4x1, dentro da nossa casa, no Pici e seu primeiro último jogo contra o Guarany. Lembro até da data, 14 de janeiro de 2009. Como esquecer? O frango do goleiro adversário no chute do Nenê, Clodoaldo pela primeira vez no Alcides Santos desde a ida para o rival, sua despedida, o placar poderia ter sido mais justo, apenas 1x1.

Daí comecei a te ver de longe. Vi com todas as dificuldades sua rápida passagem pelo Al-Ahli, mas o suficiente para ser campeão nos Emirados Árabes. Acompanhei e sofri com suas lesões no Braga, em Portugal. Entendi você ir para o rival, em 2011, mas me chateei pelas provocações, te perdoei depois, são coisas da idade e olhava seus gols e lances, sua tentativa de salvá-los da queda e via aquele menino veloz, agudo que despertou a minha atenção lá em 2006. 

Me enchi de orgulho quando você vestiu a camisa do São Paulo e vibrei quase como se fosse do Fortaleza o seu gol contra o Tigre na final da Sul-Americana em 2012. Ver seu nome na lista de convocação da Seleção Brasileira para os jogos contra Itália e Rússia em 2013, minha nossa, nem acreditava, e te ver com a Amarelinha contra a Bolívia parecia irreal. Era um dos sonhos, meninos do Leão, com a camisa pentacampeã, tinha orgulho como se te conhecesse pessoalmente. 

Mas a vida nem sempre é justa. Acompanhei você pelo Al-Ahli, agora de Doha na Arábia Saudita, por Fluminense e Sport, junto com isso tudo, novas lesões, uma série de momentos difíceis que fazem parte dessa vida no futebol. No fundo eu desejava você com a camisa que te lançou, aquela que você aprendeu a amar e respeitar lá no comecinho, e então, no dia 18 de fevereiro desse ano, a casa era sua novamente.

Osvaldo em sua apresentação de volta ao Fortaleza.
(Foto: Ronaldo Oliveira)
A estreia viria dias depois, contra o Iguatu, dia 1º de Março. Você não precisou nem de 10 minutos em campo para fazer a diferença. Jogada do Felipe, passe certeiro seu e o gol de Gustavo, 2x0. Três dias depois, na sua primeira jogada no Clássico, aquilo deveria ter sido proibido para menores de 18 anos e quem diria que mesmo a defesa afastando, Bruno Melo acharia Gustavo livre para o gol? 

Acompanhei atentamente cada lance seu. O primeiro gol pela segunda vez, agora contra o Ferroviário. O segundo gol, agora contra o CRB, mas eu não queria pelo menos tão cedo ver novamente você se despedir. Até sexta pensava que você ia negociar uma possibilidade de empréstimo e agora descubro que de novo você vai nos deixar. 

Entendo, Osvaldo, a Tailândia paga bem. Sei que não é fácil deixar a nossa casa e que realmente dói. Sei que às vezes passamos tanto tempo fora que nem nos lembramos como é, e esquecemos aquele sentimento, e quando temos que deixar mais uma vez, dói. Irei querer sempre o melhor para o meu clube, mas continuarei te acompanhando atentamente no Buriram, cada jogo e cada gol.

Que nossa despedida dessa vez não dure uma década e sim alguns meses, porque aqui é sua casa. Foi no Pici onde você saiu garoto e voltou homem. Só tenho que te agradecer pelos dribles do lado esquerdo, pelos gols, passes e assistências, mas especialmente pelo respeito demonstrado mesmo quando alguns diziam que o Fortaleza seria suas férias de luxo, mas na verdade foi alvo de muita vontade e carinho. Suas lágrimas não foram solitárias, mas volte logo, que seu sorriso também não será. 

Obrigado, Osvaldo! 
Osvaldo no banco após completar seu último jogo
pelo Fortaleza. (Imagem: Sportv)
Por Luca Laprovitera 

quarta-feira, 2 de maio de 2018

O Osvaldo quer ficar, a diretoria quer que o Osvaldo fique, e você, vai ficar de fora? #55milnoCastelão

Postado por Ricatdo Tavares jor90 às 09:30:00 quarta-feira, 2 de maio de 2018
                     


Ele voltou. Voltou porque tinha o sonho de vestir essa camisa novamente. Voltou com a vontade de ajudar a colocar o Fortaleza de volta na primeira divisão. Voltou porque no Pici se sente em casa. É a sua casa, afinal, foi lá que apareceu para o Brasil. Foi com o manto tricolor que deu os seus primeiros passos para uma carreira de sucesso, onde o levou até a seleção Brasileira.

Em fevereiro de 2018 ele voltou. Por ter assinado um contrato com o time da Tailândia, o combinado era que Osvaldo só ficaria no Fortaleza por três meses. Eles riram. Falaram que o jogador faria corpo mole. Falaram que Osvaldo não era mais o mesmo. Eles se enganaram. Osvaldo, com a camisa do tricolor de aço, sempre foi o mesmo. Foi leve, autor de gols e jogadas fantásticas e principalmente, feliz. 

Os três meses estão acabando e vai ficando um gostinho de quero mais, não é verdade?. Na Arena Castelão, no Pici, nas conversas entre amigos, nas redes sociais, o pensamento é um só: já pensou, se o Osvaldo fica até o fim do ano? DEPENDE DE VOCÊ TORCEDOR!

Apesar de ser uma engenharia complicada, a diretoria está fazendo esforços para manter o jogador por um período maior. Para isso, a torcida precisa ajudar. No próximo jogo do Fortaleza na Arena Castelão, no dia 12 de maio (Sábado), às 19 horas, contra o Goiás, é necessário que no mínimo, 55 mil torcedores compareçam ao estádio. É difícil? não.  Nada é difícil para a torcida do Fortaleza. Ela já deu provas de que, quando é desafiada, ela vai lá e prova que é a maior do estado. Vamos lá vencer mais esse desafio?

Além da permanência do Osvaldo, o Fortaleza lidera a Série B do Campeonato Brasileiro. São três vitórias e um empate em quatro jogos. A invencibilidade do leão é mais um motivo para a torcida prestigiar o time e empurrar o leão ao melhor início de competição da história.

O Osvaldo quer ficar. A diretoria quer que ele fique. E você, vai ficar de fora dessa?

#55milnocastelão
#FicaOsvaldo
#Timedeleoestorcidadeleais
#RumoaSerieA

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Osvaldo é apresentado no Pici e se diz bem fisicamente

Postado por Luca Laprovitera às 14:46:00 quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018
Apresentado, atacante se disse feliz. (Foto: Ronaldo Oliveira)
O atacante Osvaldo foi apresentado na manhã desta quinta-feira (22), na Sala de Imprensa Carlos Rolim Filho, no Estádio Alcides Santos. O jogador que volta ao Tricolor de Aço depois de nove anos falou da felicidade em voltar ao Fortaleza, da sua forma física e não descarta uma possibilidade de permanência.

Sem jogar desde o dia 12 de novembro, quando entrou em campo para a derrota do Sport-PE por 2x0 para o Atlético-GO, na Série A de 2017, Osvaldo não escondeu a ansiosidade de entrar em campo: "Estou ansioso para entrar em campo logo. Fisicamente ainda falta um pouco, principalmente no trabalho com bola, porque vinha treinando apenas fisicamente. Há o que melhorar, mas logo estarei em campo." - apesar de estar bem fisicamente, o atleta falou sobre o ritmo de jogo: "Conversei com Rogério, estou no peso. Agora a gente sente quando entra na parte com bola. Vou para o meu terceiro dia com bola. Vamos ver como vai acontecer."

(Foto: Ronaldo Oliveira)
O atacante também falou sobre a opinião de alguns que já estaria com a cabeça na Tailândia: "Tem gente falando que eu vou tirar o pé, que eu não vou dividir. Se fosse desse jeito eu passava esses 3 meses em casa e não aceitando esse desafio, se for preciso quebrar a perna eu vou quebrar. Por onde eu passei todos sabem do meu caráter."

Com contrato até o dia 31 de maio, Osvaldo falou da sua multa com o clube tailandês, mas não descarta uma permanência no Leão: "A gente tem uma multa de 1 milhão de dólares, caso não voltar para a Tailândia já que tem contrato assinado, então não sei se vai ser possível dar continuidade aqui, mas futebol muda muita coisa muito rápido. Também não 
vou dar certeza que não vou ficar, mas tem 3 meses aí, quem sabe a gente possa estender o contrato e ir até o final." - Completou o atacante. Osvaldo já está regularizado e à disposição do treinador Rogério Ceni para a partida de domingo contra o Ferroviário, às 17 horas, no PV, pela 9ª e última rodada da Primeira Fase do Campeonato Cearense 2018. Ouça a coletiva na íntegra Clicando Aqui.


Por Luca Laprovitera 

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Condição física de Osvaldo gera dúvidas?

Postado por Unknown às 21:41:00 terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Osvaldo já treina após exames médicos e físicos | Foto: Fábio Marques/Ascom FEC

O Fortaleza anunciou a contratação de Osvaldo, no último domingo (19), para fazer parte do elenco tricolor até 31 de maio. Seu contrato é curto, jogará parte do Campeonato Cearense e vai até a 7ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B, isso porque o atleta fará parte de uma equipe asiática, onde inicia seus trabalhos por lá apenas em junho.

Osvaldo estava de férias desde 13 de dezembro de 2017, assim que terminou a temporada da Série A, onde defendeu a equipe do Sport. Terminou o ano atuando 34 vezes, onde 28 foram pela equipe pernambucana, marcando três gols. O cearense volta ao Fortaleza na metade de fevereiro, ou seja, quase dois meses sem atuar. Daí surge a dúvida: como Osvaldo estaria fisicamente?

Em entrevista ao Bora Leão, Victor Fernandes, seu preparador físico, disse como trabalhou durante esse período "inativo" com o novo contratado do Leão. "Fez muitos trabalhos no ambiente aquático, como natação e suas variações para melhorar as valências físicas no campo. Além de trabalhar na areia e na
Osvaldo e Victor em um dia
de treino | Foto: Arquivo Pessoal
academia. Está com 5 semanas ", comentou. Osvaldo é rápido, sua maior característica é a velocidade, o que leva o personal a prepará-lo para seu estilo. Jogador de lado de campo, seu aprimoramento foi montado através de suas qualidades, como afirma Victor: 
"Quando retornou, fizemos um trabalho de preparação física global para ele ficar apto para os trabalhos específicos para posição dele." 

Diferente de pouco tempo atrás, Osvaldo sofria de lesões. Em sua época de São Paulo, foi diagnosticado com uma lesão crônica e que preocupava mesmo após deixar a equipe paulista. Questionado sobre isso, Victor Fernandes afirmou que ele está livre. "Sem nenhum tipo de lesão. Fisicamente perfeito, mas ritmo de jogo é 90% do desempenho de um jogador de futebol a nível nacional."

Osvaldo já treina com o elenco desde esta terça-feira (20) e deverá ser apresentado na próxima quinta (22). Ceni planeja utilizar o atleta com bastante frequência até o fim de seu acordo com o Leão, além disso, sua volta ao Fortaleza teve o aval do técnico tricolor que, junta com toda comissão técnica e diretoria, ainda procura um camisa 9 para a disputa da Série B.



Vinícius Palheta

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Osvaldo é o novo reforço do Leão

Postado por Luca Laprovitera às 21:21:00 domingo, 18 de fevereiro de 2018
Osvaldo em 2008, pelo Leão (Foto: O Povo)
Foi oficializado na noite deste domingo (18), a contratação do atacante Osvaldo. Revelado pelo Fortaleza, em 2006, o atleta passou por diversas equipes tradicionais do futebol brasileiro e da Seleção Brasileira. 

Osvaldo esteve por último no Sport Recife-PE, marcando 3 gols em 28 jogos. Revelado no Leão, em 2006, foram 41 jogos e 14 gols no Leão, sendo bi-campeão cearense em 2007 e 2008, sendo herói do Tricolor de Aço na salvação e permanência na Série B de 2008. Nesse meio tempo foi emprestado ao River do Piauí, em 2007, onde marcou 9 gols em 20 jogos, foi campeão estadual e foi eleito melhor jogador do torneio.

Teve destaque no São Paulo onde foi junto com Lucas Moura, os principais jogadores da conquista da Copa Sul-Americana em 2012. O bom futebol levou sua convocação para a Seleção Brasileira na temporada seguinte, atuando em amistosos contra Bolívia e Chile. 

Aos 30 anos, Osvaldo tem contrato até o dia 31 de maio e chega para o restante do estadual, podendo jogar entre sete ou oito rodadas do Campeonato Brasileiro da Série B.

FICHA TÉCNICA
Nome: Osvaldo Lourenço Filho
Naturalidade: Fortaleza
Data de Nascimento: 11 de abril de 1987 (30 anos)
Pé: Direito
Altura: 1,70 m
Peso: 74 kg
Clubes anteriores: Fortaleza (2006-2007), River-PI (2007), Fortaleza (2007-2009), Al Ahli-EAU (2009), Braga-POR (2009-2010), Ceará (2011), São Paulo-SP (2012-2014), Al-Ahli Jeddah-ARS (2015), Fluminense-RJ (2015-2017) e Sport Recife-PE (2017).
Títulos: Campeonato Cearense de 2007, 2008 (Fortaleza) e 2011 (Ceará), Campeonato Piauiense 2007 (River), Campeonato Emiratense 2008-2009 (Al Ahli), Copa Sul-Americana 2012 (São Paulo), Copa da Arábia Saudita 2014-2015 (Al-Ahli Jeddah) e Primeira Liga 2016 (Fluminense).

LANCES DE OSVALDO



Por Luca Laprovitera